Pedro Henrique comenta começo na base, apelido de 'risadinha' no CT e conselho de Mano Menezes

3.8 mil visualizações 43 comentários

Por Meu Timão

Pedro Henrique ascendeu ao profissional do Timão em 2015

Pedro Henrique ascendeu ao profissional do Timão em 2015

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Cria do Terrão, o zagueiro Pedro Henrique vive momento especial nesta reta final de temporada. De olho na titularidade alvinegra, já que Pablo, ex-companheiro de posição deixou o clube recentemente, o defensor, hoje com 22 anos, participou do programa Placar Ao Vivo e relembrou como recebeu o convite para atuar nas categorias de base do clube, além de seus tempos frente ao Timãozinho.

"Cheguei no Corinthians com 16 anos. Vim de uma cidade pequena de Santa Catarina. Lá tinha um clube chamado Imbituba Futebol Clube e a gente disputou um Campeonato Brasileiro Sub-15. Na época eu tive várias propostas, e a que me chamou mais atenção foi a do Corinthians. Pela torcida, pela organização. O diretor que me trouxe trabalhou no clube que me revelou. Ele me ajudou muito no Imbituba, então, para retribuir, vim para cá. E pelo próprio clube também, que sempre gostei muito", contou.

Dono de postura tímida, o corinthiano, que ascendeu ao elenco principal do Timão em 2015 após a saída de Anderson Martins, compartilhou o que sentiu em seus primeiros dias de treinamento junto aos jogadores profissionais no CT Joaquim Grava. Seu comportamento, inclusive, lhe rendeu o apelido de 'risadinha'. E ele explica.

"Pelo fato de ter vindo da base, a estrutura não é a mesma, é um pouco abaixo. Então a gente chega lá e vê aquela estrutura toda para trabalharmos, para darmos o nosso melhor. No começo os caras me deram o apelido de risadinha, porque eu via jogadores que assistia na TV. Chicão, Adriano... Pô, eu treinava feliz, alegre, por ver caras assim do meu lado, treinando comigo. Então o meu apelido era risadinha, porque eu não parava de rir", afirmou.

Leia também:
Carille relembra reforço mais pedido em 2017 e revela rival que mais ameaçou o hepta
Clayson lembra luta por adaptação e valoriza apoio da torcida em má fase do Corinthians

Pedro Henrique, que nesta temporada atuou em 28 jogos pela equipe de Fábio Carille, sendo oito deles pelo Campeonato Paulista e 20 pelo Campeonato Brasileiro, revelou uma espécie de conselho que recebeu de Mano Menezes, então técnico do Corinthians e responsável por sua promoção.

"Quando subi, o Mano me dizia que eu era uma pedra a ser lapidada. Ele falou que era só eu ter força de vontade e trabalhar, e era isso que eu fazia nos treinamentos. Ficava depois dos treinos um pouco a mais fazendo complemento. E é isso que faço hoje no clube. Sempre quando eu tenho uma dificuldade procuro trabalhar mais para tentar supri-las".

Visando a titularidade do time do Parque São Jorge em 2018, o beque, que já havia assegurado sempre ter dado conta do recado, vê com otimismo a possibilidade de compor, junto a Balbuena, a dupla oficial de zagueiros alvinegros.

"É o que eu espero, venho esperando a algum tempo. Tenho trabalho quieto, firme, quando eu recebi as oportunidades eu dei meu máximo. Então é esperar a próxima temporada e o que o professor decidir. Espero que seja eu o titular para dar continuidade ainda mais no trabalho", finalizou.

Veja mais em: Pedro Henrique e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Méndez e Xavier podem ganhar chance nesta quinta-feira

    Corinthians encerra preparação para duelo contra o Sport com treino tático; veja possível time

    ver detalhes
  • Você percebeu ao vivo? O erro crucial do Corinthians e uma grande lição para 2021

    VÍDEO: Você percebeu ao vivo? O erro crucial do Corinthians e uma grande lição para 2021

    ver detalhes
  • Jemerson falou com a imprensa nesta quarta-feira

    Jemerson ressalta foco no Corinthians, mas admite futuro em aberto: 'Se não ficar, vida que segue'

    ver detalhes
  • Contradições e coincidências da chegada de Cafu ao Corinthians: quem mentiu?

    [Andrew Sousa] Contradições e coincidências da chegada de Cafu ao Corinthians: quem mentiu?

    ver detalhes
  • Corinthians é o favorito em casas de apostas para o duelo desta quinta-feira

    [Publi] Em busca de recuperação, Corinthians enfrenta o Sport como favorito

    ver detalhes
  • Alexandre Husni quer reunir Conselho para debater estatuto do Corinthians

    Reforma do estatuto do Corinthians é tratada como prioridade por novo presidente do Conselho

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: