Predestinado? Sheik descarta rótulo, valoriza trabalho e diz: 'Nosso sonho é conquistar o título'

Predestinado? Sheik descarta rótulo, valoriza trabalho e diz: 'Nosso sonho é conquistar o título'

Por Vinícius Souza e Rodrigo Vessoni

19 mil visualizações 113 comentários Comunicar erro

Sheik foi autor do primeiro gol do Corinthians diante do Deportivo Lara (VEN)

Sheik foi autor do primeiro gol do Corinthians diante do Deportivo Lara (VEN)

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com Jadson impossibilitado de atuar por conta de dores musculares, coube a Emerson Sheik a tarefa de substituir o camisa 10 na partida contra o Deportivo Lara, da Venezuela, na noite desta quarta-feira, na Arena Corinthians. O atacante, herói do título da Copa Libertadores de 2012, não só teve boa atuação como marcou o gol que abriu caminho para o triunfo do Corinthians por 2 a 0. Predestinado? Nem tanto.

Em entrevista coletiva na Arena Corinthians concedida ao lado do técnico Fábio Carille, Sheik valorizou sua atuação diante dos venezuelanos, além do gol de cabeça, marcado aos 19 minutos do segundo tempo. Ainda assim, o veterano evitou comparações com 2012, quando foi herói na conquista sobre o Boca Juniors, da Argentina, e deixou de lado o termo “sorte”.

“Quando cheguei aqui em 2011 e tive a oportunidade de trabalhar com o Tite e o Fábio, aprendi isso com eles: não acredito mais em sorte. Um dia acreditei. Acredito hoje que tem que trabalhar, se cuidar e aí você obtém resultados bons. Sorte, eu não acredito. Predestinado? Talvez. Mas hoje acho isso, que consegue resultados bons se trabalhar”, declarou Emerson Sheik, que voltou a falar dos novos hábitos e sobre como colocou sua carreira acima do bem-estar:

“Quando começou o namoro para voltar para cá, com aprovação do Fábio, eu tive uma conversa com o Duílio, hoje diretor de futebol, ele disse que eu teria chance de voltar, mas que eu precisaria mudar alguns hábitos. Hábitos estes que, com 39 anos, não cabem no Corinthians. Digo as diversões de 2011, 2012... (risos). Hoje tem cuidados. Hoje estou com a Chris (nutricionista), o Walmir (preparador físico), o Fábio (Carille). É importante comer bem, dormir bem. O pessoal da fisiologia tem um cuidado especial comigo também”, acrescentou o camisa 7.

Leia também:
Zagueiro vai bem, e Sheik é eleito destaque de vitória sobre venezuelanos; reserva decepciona
'Nunca critiquei', recado a narrador e até 'descoberta' de Hawking: atuação de Sheik empolga Fiel

O gol de Sheik tem valor especial na campanha do Corinthians. Isso porque também foi o primeiro do Timão dentro da competição continental – a equipe empatou sem gols com o Millonarios (COL) na estreia. Sincero, o atacante fez questão de pontuar que o clube tem condições de buscar o bicampeonato da Libertadores sob a condução de Carille.

“As lembranças de 2011 e 2012, que não saem da cabeça do torcedor, por conta da Libertadores e do Mundial. Mas temos que entender que é um cenário diferente, o elenco mudou. Em primeiro lugar eu me sinto privilegiado de saber que consigo transmitir esse sentimento ao torcedor, mas também é motivação, para se dedicar mais, treinar mais, contribuir como for para a equipe buscar o bicampeonato. Esse é nosso desejo, nosso sonho, assim como foi em 2012. Nosso sonho é conquistar o título”, finalizou.

Ao terminar de responder a pergunta acima, Sheik ouviu um elogio e tanto de Carille: “Muita personalidade. Personalidade tem!”, emendou o técnico corinthiano.

Com Sheik provavelmente no banco de reservas, o Corinthians tem duelo marcado contra o Bragantino para domingo, às 16h, no Pacaembu, pela ida das quartas de final do Campeonato Paulista.

Confira os próximos jogos do Corinthians

18 Mar, Dom, 16h00 - Bragantino x Corinthians
22 Mar, Qui, 20h00 - Corinthians x Bragantino
18 Abr, Qua, 21h45 - Independiente x Corinthians
02 Mai, Qua, 21h45 - Corinthians x Independiente
17 Mai, Qui, 21h30 - Deportivo Lara x Corinthians
24 Mai, Qui, 21h30 - Corinthians x Millonarios

Veja mais em: Emerson Sheik, Fábio Carille e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Jair Ventura conheceu sua segunda derrota em seu segundo clássico pelo Corinthians

    Corinthians alimenta fantasma de 14 anos em sequência de clássicos desastrosa pós-Carille

    ver detalhes
  • Corinthians de Pedrinho e Gabriel está ladeira abaixo no Brasileirão-2018

    Trio pontua, embola briga contra rebaixamento e ameaça Corinthians; veja classificação

    ver detalhes
  • Jair comandou treino do Timão na manhã deste domingo

    Com presença dos poupados em clássico, Jair inicia preparação para decisão contra o Cruzeiro

    ver detalhes
  • Um alerta palmeirense ao Corinthians

    [Lucas Faraldo] Um alerta palmeirense ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes