Remendado Corinthians não arrisca, perde do São Paulo e agora precisa de vitória para ir à final

Corinthians Corinthians 0 x 1 São Paulo São Paulo

Paulista 2018

Remendado Corinthians não arrisca, perde do São Paulo e agora precisa de vitória para ir à final

28 mil visualizações 1.116 comentários Comunicar erro

Corinthians de Ralf & cia. foi derrotado pelo São Paulo neste domingo

Corinthians de Ralf & cia. foi derrotado pelo São Paulo neste domingo

Foto: Reprodução/TV

Um remendado Corinthians com sete desfalques entre aqueles jogadores tidos como titulares foi derrotado pelo São Paulo por 1 a 0, no fim de tarde deste domingo, no Morumbi, pelo jogo de ida das semifinais do Campeonato Paulista. Nenê fez o único gol da partida.

Os atacantes Emerson Sheik e Pedrinho e o lateral-esquerdo Sidcley se destacaram positivamente em meio à má exibição do Timão. Nas tentativas de dar sobrevida à equipe alvinegra, Carille fez substituições no estilo "seis por meia dúzia", mantendo em campo três volantes de origem durante os 90 minutos (Maycon avançado como meia ao lado de Vital).

Com a derrota, o Corinthians precisa agora de uma vitória no jogo de volta. Como gols fora de casa não são critério de desempate no mata-mata do Paulistão, qualquer triunfo por dois ou mais tentos de diferença classifica o Timão. Caso vença por um gol de diferença, a equipe alvinegra leva a decisão para as penalidades. Qualquer outro placar classifica o São Paulo.

O remendado Corinthians, vale destacar, entrou em campo com os seguintes desfalques:

  • Fagner, Balbuena e Romero convocados pelas seleções de seus países;
  • Renê Júnior, Jadson, Rodriguinho e Clayson machucados (os dois últimos até ficaram no banco de reservas, mas não foram utilizados);

Leia também: Rodriguinho sente dores e é cortado da escalação de última hora

De tal forma, o Corinthians de Fábio Carille foi escalado numa disposição tática de 4-2-4 com: Cássio, Mantuan, Henrique, Pedro Henrique e Sidcley; Gabriel e Ralf; Júnior Dutra, Mateus Vital, Maycon e Emerson Sheik.

Corinthians e São Paulo voltam a se enfrentar na noite desta quarta-feira, a partir das 21h45, na Arena, em Itaquera, no segundo e decisivo duelo das semifinais. Quem se classificar enfrenta o vencedor do embate entre Palmeiras e Santos.

Primeiro tempo

Os 45 minutos iniciais do clássico foram marcados por superioridade do São Paulo e muitas trocas de farpas entre os jogadores de ambas as equipes (e até o técnico Fábio Carille!). O Corinthians, enfrentando dificuldades na transição da defesa para o ataque, pouco criou. A equipe do Morumbi, apesar do excesso de faltas (muitas delas violentas), mostrou-se mais eficiente com a bola nos pés.

A principal oportunidade do Corinthians não levou lá muito perigo ao gol tricolor. Emerson Sheik recebeu de Maycon, deu belo drible em Militão e então arriscou o chute. O goleiro Sidão fez tranquila defesa.

Já o São Paulo incomodou mais a defesa corinthiana. Antes de abrir o placar, a equipe tricolor criou ao menos três boas chances. Em duas delas, defensores do Timão levaram a melhor: Mantuan travou Nenê; Pedro Henrique antecipou chegada de Tréllez. No terceiro lance, Arboleda cabeceou rente à trave esquerda de Cássio.

Nos acréscimos, não houve quem impedisse o São Paulo de abrir o placar. O Corinthians perdeu a posse de bola após erro de passe de Mantuan. Tréllez então disparou e ganhou de Gabriel na corrida, finalizando para boa defesa de Cássio. O arqueiro, muito em função da agilidade do lance, acabou espalmando para a região central da grande área, onde estava Nenê. O experiente meia não titubeou: bateu e balançou as redes.

Antes de as equipes desceram ao vestiário, houve ainda tempo para uma confusão generalizada: Nenê comemorou o gol provocando Carille em frente ao banco de reservas do Corinthians, provocando a ira dos jogadores que lá estavam. Durante a primeira etapa, o meia tricolor e o técnico alvinegro haviam se desentendido após reclamação deste por falta de fair play daquele em um lance de bola parada.

Segundo tempo

O árbitro Raphael Claus tratou de convocar uma reunião com Carille, Aguirre, Sheik e Nenê antes de reiniciar a partida. Isso por conta do clima excessivamente "pegado" com o qual havia acabado a primeira etapa.

Com a bola rolando, o Corinthians se mostrou mais disposto a jogar do que nos 45 minutos iniciais. A equipe alvinegra passou a valorizar a posse e, ainda que muito lentamente, tentar se aproximar da grande área são-paulina. Persistia, porém, a dificuldade de criação.

Nesse cenário, aos 17 minutos, Carille promoveu a primeira substituição: colocou Lucca no lugar de Júnior Dutra, que não conseguiu se destacar na função de atacante de beirada.

A exemplo do que já havia acontecido em outras oportunidades nesta edição do Paulistão, Lucca não conseguiu fazer lá muita diferença a favor do Timão. Assim, coube a Carille mexer novamente na equipe: aos 30 minutos, trocou Emerson Sheik por Pedrinho.

O jovem meia-atacante até deu novo ânimo para o ataque corinthiano, mas jogando praticamente sozinho não conseguiu incomodar de fato o goleiro Sidão.

No fim das contas, Carille nem mesmo lançou mão de sua terceira e última substituição. E um remendado (e até certo ponto acomodado) Corinthians foi derrotado pelo São Paulo no jogo de ida das semifinais do Estadual.

é quarta-feira!

Veja mais em: Majestoso e Campeonato Paulista.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes
  • Melhores comentários

    Foto do perfil de Marcelo

    Ranking: 598º

    Marcelo 1355 comentários

    por @m4rcloc

    Com 3 volantes alguém acreditou que o Carille foi pra joga bola?

  • Foto do perfil de Corinthians

    Ranking: 1585º

    Corinthians 611 comentários

    por @tulioo

    Essa derrota pode colocar na conta do Carille sem dúvida!

  • Últimos comentários

    Foto do perfil de Fábio

    Ranking: 243º

    Fábio 2642 comentários

    1116º. por @fabiomcbaltz

    Quando ele jogou com dois meias e dois atacantes... Hehehe

    Foto do perfil de Rodrigo

    Rodrigo 126 comentários

    30/03/2018 às 19h14 por @rodrigo.aiorfe

    I ai irmão, o que você achou do PEP Carille.
    Vai curinthaaaaaaa..

  • Foto do perfil de Rodrigo

    Ranking: 5981º

    Rodrigo 126 comentários

    1115º. por @rodrigo.aiorfe

    I ai irmão, o que você achou do PEP Carille.
    Vai curinthaaaaaaa..

    Foto do perfil de Fábio

    Fábio 2642 comentários

    28/03/2018 às 21h46 por @fabiomcbaltz

    Não. Carille tá fazendo milagres com este elenco. Não tenhamos duvida sobre isso.
    Apoio ele desde sempre.
    Minha questão foi só nesta partida mesmo. E como disse: ele mudou demais. Mas vamo ver hoje como que será. Hehehe
    Vai Corinthians!

  • Foto do perfil de Fábio

    Ranking: 243º

    Fábio 2642 comentários

    1114º. por @fabiomcbaltz

    Não. Carille tá fazendo milagres com este elenco. Não tenhamos duvida sobre isso.
    Apoio ele desde sempre.
    Minha questão foi só nesta partida mesmo. E como disse: ele mudou demais. Mas vamo ver hoje como que será. Hehehe
    Vai Corinthians!

    Foto do perfil de Rodrigo

    Rodrigo 126 comentários

    27/03/2018 às 10h10 por @rodrigo.aiorfe

    Boaa, Maycon não é meia é volante...
    Isso todos sabem, mais foi improvisado nesse jogo porque seria o único com visibilidade mais próxima do Rodriguinho.
    O que um pouco tentaria fazer o que o Rodriguinho faz.
    Masss como ele não é meia então perdemos o meio campo, ou melhor não tínhamos tanto a posse igual normalmente temos.
    Dutra tá tentando, Kazim também estava tentando. Mais não tá adiantando infelizmente. Culpa não é do técnico e sim da antiga bosta diretoria. E da atual também.
    Minha primeira questão foi que, não culpem o Carille igual estavam fazendo nos comentários.
    E continuo com o mesmo pensamento.
    Infelizmente ele é o menos culpado.

  • Foto do perfil de Rodrigo

    Ranking: 5981º

    Rodrigo 126 comentários

    1113º. por @rodrigo.aiorfe

    Boaa, Maycon não é meia é volante...
    Isso todos sabem, mais foi improvisado nesse jogo porque seria o único com visibilidade mais próxima do Rodriguinho.
    O que um pouco tentaria fazer o que o Rodriguinho faz.
    Masss como ele não é meia então perdemos o meio campo, ou melhor não tínhamos tanto a posse igual normalmente temos.
    Dutra tá tentando, Kazim também estava tentando. Mais não tá adiantando infelizmente. Culpa não é do técnico e sim da antiga bosta diretoria. E da atual também.
    Minha primeira questão foi que, não culpem o Carille igual estavam fazendo nos comentários.
    E continuo com o mesmo pensamento.
    Infelizmente ele é o menos culpado.

    Foto do perfil de Fábio

    Fábio 2642 comentários

    27/03/2018 às 00h19 por @fabiomcbaltz

    Maycon não é meia. É volante. Quando muito, atua como meia do lado esquerdo, mas com muito mais cacoete defensivo que ofensivo.
    Eu não estou criticando Carille por causa das opções que ele tem. Mas a coisa fica mais tensa quando ele tem que pensar em que atacantes escalar. Para o meio ele tá cheio de opção. Bem verdade que a maioria é de volantes, mas ele sempre gostou disso, então não há do que reclamar.
    Repito: Nossa escalação titular só tem dois volantes. Ano passado eram Gabriel e Maycon. Esse ano tá tendo mais rodízio de titularidade, mas sempre dois volantes. Então não sei qual é o grande lance de achar que nesta partida, contra um fraco São Paulo, a gente correria esse risco todo.
    Dutra tá querendo mostrar serviço, e mesmo errando, ele sempre correu, e nunca se omitiu. Ele poderia fazer a função do lado, e Sheik poderia ficar mais centralizado no ataque. Teríamos Pedrinho de um lado e Vital do outro. Ralf ficaria como primeiro volante, e Maycon de segundo. Menos mudança.

  • Foto do perfil de Fábio

    Ranking: 243º

    Fábio 2642 comentários

    1112º. por @fabiomcbaltz

    Maycon não é meia. É volante. Quando muito, atua como meia do lado esquerdo, mas com muito mais cacoete defensivo que ofensivo.
    Eu não estou criticando Carille por causa das opções que ele tem. Mas a coisa fica mais tensa quando ele tem que pensar em que atacantes escalar. Para o meio ele tá cheio de opção. Bem verdade que a maioria é de volantes, mas ele sempre gostou disso, então não há do que reclamar.
    Repito: Nossa escalação titular só tem dois volantes. Ano passado eram Gabriel e Maycon. Esse ano tá tendo mais rodízio de titularidade, mas sempre dois volantes. Então não sei qual é o grande lance de achar que nesta partida, contra um fraco São Paulo, a gente correria esse risco todo.
    Dutra tá querendo mostrar serviço, e mesmo errando, ele sempre correu, e nunca se omitiu. Ele poderia fazer a função do lado, e Sheik poderia ficar mais centralizado no ataque. Teríamos Pedrinho de um lado e Vital do outro. Ralf ficaria como primeiro volante, e Maycon de segundo. Menos mudança.

    Foto do perfil de Rodrigo

    Rodrigo 126 comentários

    27/03/2018 às 00h07 por @rodrigo.aiorfe

    Irmão entende uma coisa, o Corinthians não tem banco e a culpa não é do Carille.
    A única coisa que eu comentei foi que o nosso técnico fez o que tinha que fazer que era defender o que podia fora de casa.
    Ele entrou com 3 volantes porém o Maycon entrou como um meia não como um volante.
    No seu modo de pensar então é, quando o Maycon entra na lateral também estamos com 3 volantes?
    A gente não tinha poder defensivo, Fagner, Balbuena, Romero, clayson e Rodriguinho.
    Não dava pra entrar com o Pedrinho.
    Só não quero que os modinhas fiquem na cola do Carille.

  • Foto do perfil de cristina

    Ranking: 45ª

    Cristina 838 comentários

    1111º. por @cris.gava

    Está no banco o Gabriel é um ótimo jogador mais no meio campo não deu certo errou muito passe isso porque os bambis são fracos minha preocupação agora é sem meio campo sem Rodriguinho, Jadson vamos ver quem o Carille vai colocar ninguém esperava a lesão do Rodriguinho vou ficar na torcida Corinthians sempre

    Foto do perfil de elias

    elias 1837 comentários

    26/03/2018 às 23h51 por @ze.elias

    Cris bem lembrado cadê o Paulo Roberto que jogo muita bola contra o Grêmio

  • Foto do perfil de Rodrigo

    Ranking: 5981º

    Rodrigo 126 comentários

    1110º. por @rodrigo.aiorfe

    Irmão entende uma coisa, o Corinthians não tem banco e a culpa não é do Carille.
    A única coisa que eu comentei foi que o nosso técnico fez o que tinha que fazer que era defender o que podia fora de casa.
    Ele entrou com 3 volantes porém o Maycon entrou como um meia não como um volante.
    No seu modo de pensar então é, quando o Maycon entra na lateral também estamos com 3 volantes?
    A gente não tinha poder defensivo, Fagner, Balbuena, Romero, clayson e Rodriguinho.
    Não dava pra entrar com o Pedrinho.
    Só não quero que os modinhas fiquem na cola do Carille.

    Foto do perfil de Fábio

    Fábio 2642 comentários

    26/03/2018 às 20h23 por @fabiomcbaltz

    Discordo, cara. 1: a entrada de Pedrinho no lugar de um volante manteria o que Carille vem armando em todos os jogos nesta temporada. Esta foi a única partida em que atuamos com 3 volantes. / 2: Ele não iria se expor mais jogando com dois volante e dois meias e dois atacantes. TODOS os time DO MUNDO jogam assim. Até antes desta partida ele se vangloriava de armar o time com 4-2-4(eu sei que era mentira, mas todo mundo repercutiu isso como verdade) / 3: lá bambinera não é fora de casa. Hehehe 4: O que de fato não resolveu foram os três volantes. Só demos UM chute no gol. :)

  • Foto do perfil de elias

    Ranking: 401º

    Elias 1837 comentários

    1109º. por @ze.elias

    Cris bem lembrado cadê o Paulo Roberto que jogo muita bola contra o Grêmio

    Foto do perfil de cristina

    cristina 838 comentários

    26/03/2018 às 23h45 por @cris.gava

    Ontem não tivemos meio de campo o vital é um ótimo jogador mais estava sozinho quando o Pedrinho entrou ele começou aparecer os dois jogam muito bem juntos o Carille foi covarde eu teria tirado o Gabriel e colocado o paulo roberto ele roda bem a bola sem errar passes fora que dá uns pique e chega lá na frente

  • Foto do perfil de cristina

    Ranking: 45ª

    Cristina 838 comentários

    1108º. por @cris.gava

    Ontem não tivemos meio de campo o vital é um ótimo jogador mais estava sozinho quando o Pedrinho entrou ele começou aparecer os dois jogam muito bem juntos o Carille foi covarde eu teria tirado o Gabriel e colocado o paulo roberto ele roda bem a bola sem errar passes fora que dá uns pique e chega lá na frente

    Foto do perfil de elias

    elias 1837 comentários

    26/03/2018 às 06h05 por @ze.elias

    Cris é a pura verdade ó cara faz falta mesmo é um camarada aqui no meu Timão quis debate sobre o Romero é ainda falou que eu precisava se trata eu respondi pra ele que o pior cego é aquele que não quer vê mais às meninas ganharam pôr causa dê muitos desfalques é o Carille não quis perder de muito.
    Que se ó Carille coloca Pedrinho, Matheus Matias fenômeno ó CORINTHIANS tinha vencido aquela porcaria de time, é só venceu também pôr causa dê falha nossa mais na Arena Corinthians três a zero pra começar por a mão na taça

  • Foto do perfil de Fábio

    Ranking: 243º

    Fábio 2642 comentários

    1107º. por @fabiomcbaltz

    Discordo, cara. 1: a entrada de Pedrinho no lugar de um volante manteria o que Carille vem armando em todos os jogos nesta temporada. Esta foi a única partida em que atuamos com 3 volantes. / 2: Ele não iria se expor mais jogando com dois volante e dois meias e dois atacantes. TODOS os time DO MUNDO jogam assim. Até antes desta partida ele se vangloriava de armar o time com 4-2-4(eu sei que era mentira, mas todo mundo repercutiu isso como verdade) / 3: lá bambinera não é fora de casa. Hehehe 4: O que de fato não resolveu foram os três volantes. Só demos UM chute no gol. :)

    Foto do perfil de Rodrigo

    Rodrigo 126 comentários

    25/03/2018 às 19h14 por @rodrigo.aiorfe

    Não resolveria. Corinthians não tinha padrão.
    Por isso que Romero clayson e Rodriguinho fazem a diferença, porque além de atacar eles sabem marcar. Se você perder uma bola eles conseguem marcar.
    Pedrinho tá jogando muito, mais se fosse no lugar do Dutra. Aí sim.
    E outra coisa é você treinar pra um jogo e saber que tal jogador não vai jogar. Outra e você jogar fora de casa e perder sua peça fundamental na boca do vestiário.
    Ele não quis se expor fora de casa. Fez certo.
    Minha opinião.