Cássio faz lambança, e Corinthians leva virada da Chapecoense no último minuto

Corinthians Corinthians 1 x 2 Chapecoense Chapecoense

Brasileiro 2018

Cássio faz lambança, e Corinthians leva virada da Chapecoense no último minuto

62 mil visualizações 1.183 comentários Comunicar erro

Cássio, que havia brilhado na última quarta, falhou neste domingo

Cássio, que havia brilhado na última quarta, falhou neste domingo

Reprodução/TV

O Corinthians voltou a sofrer com um problema já crônico nas últimas semanas: a discrepância do futebol jogado no primeiro e no segundo tempos das partidas. Neste domingo, os comandados de Osmar Loss (escalados majoritariamente com atletas considerados reservas) foram castigados e perderam de virada por 2 a 1 para a Chapecoense, na Arena Condá, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Aproveitando-se da boa atuação do Timão como um todo na etapa inicial, Marquinhos Gabriel foi o autor do gol alvinegro, logo aos cinco minutos. Na etapa complementar, duas falhas do goleiro Cássio culminaram nos tentos da virada dos mandantes.

Classificação – Somando seu segundo tropeço consecutivo no Brasileirão, o Corinthians estaciona na sétima posição, com 26 pontos, perde a chance de entrar na zona de classificação da Libertadores e ainda vê o líder São Paulo aumentar de nove para 12 pontos a diferença. O sonho do octa aos poucos vai ficando distante para o Timão...

Escalação – Verdade seja dita sobre a escalação do Corinthians: o técnico Osmar Loss mandou a campo uma equipe composta por oito jogadores considerados reservas. Foram escalados, dispostos nos esquemas táticos 4-1-4-1 e 4-2-3-1: Cássio; Mantuan, Marllon, Léo Santos e Carlos; Gabriel e Araos; Marquinhos Gabriel, Mateus Vital e Clayson; Roger.

Agenda – Corinthians e Chapecoense viram a chave da Copa do Brasil, já que voltam a se enfrentar, mais uma vez na Arena Condá, na próxima quarta-feira, às 21h45, pelo duelo de volta das quartas de final do torneio mata-mata (os alvinegros venceram por 1 a 0 o embate de ida). Pelo Brasileirão, o Timão retorna aos gramados no próximo sábado, às 19h, na Arena, em Itaquera, contra o Grêmio, pela última rodada do primeiro turno.

Primeiro tempo

Para quem assistiu à árdua derrota do Corinthians diante do Colo-Colo na última quarta-feira, pela Libertadores, deve ter se surpreendido (e muito!) com o bom futebol apresentado pelos comandados de Osmar Loss nos primeiros 45 minutos de jogo na Arena Condá. Desde os segundos iniciais, era o Timão quem ditava o ritmo da partida. A Chapecoense, é bem verdade, colaborava dando muito espaço aos visitantes.

Não demorou para o Corinthians balançar as redes. Aos cinco minutos, Clayson "rabiscou" pela esquerda e acertou cruzamento perfeito na testa de Roger. O centroavante, porém, viu seu cabeceio ser muito bem defendido pelo goleiro Jandrei. Mas Marquinhos Gabriel trataria de pegar o rebote e estufar as redes da Chape. Gol do Timão!

Pouco depois, foi a vez de Ángelo Araos brilhar. O chileno fez linda jogada individual pela direita, deixou três defensores comendou poeira e achou bom cruzamento para Clayson, que chutou em cima da marcação. Jogada similar aconteceria cerca de dez minutos depois, quando o gringo enfiou bola precisa para o camisa 25 finalizar em cima de Jandrei.

A melhor chance do Corinthians de ampliar o marcador saiu dos pés de Mateus Vital. O meia alvinegro deslocou a marcação pela esquerda, bateu com efeito e carimbou o travessão travessão da Chapecoens. No rebote, Roger isolou por cima da meta.

Segundo tempo

Os lados do campo mudaram, e os papéis desempenhados pelas equipes também. Irreconhecível, o Corinthians passou a se defender excessivamente. Encontrando dificuldade para construir jogadas de ataque, o Timão se limitou a assistir à Chapecoense se impor cada vez mais na partida.

Eis que, aos 21 minutos, o lance mais bizarro da partida culminaria no já manjado gol de empate da Chapecoense. O corinthiano Cássio errou o tempo da bola e a segurou com as mãos fora da área após um chutão lá do outro lado do campo dado por Jandrei. Para completar a lambança, a falta gerada pela infração do goleiro alvinegro foi cobrada com perfeição por Diego Torres. O camisa 12 nem pulou. Tudo igual no placar...

Osmar Loss então decidiu mexer na equipe. Primeiro tirou Clayson e colocou Pedrinho; na sequência, mandou Ralf a campo no lugar de Marquinhos Gabriel. De tal forma, Araos ficou mais livre para atacar, deixando a proteção do meio de campo a cargo de Gabriel e do próprio Ralf. Nem isso surtiu efeito, e a última cartada do treinador corinthiano foi trocar Roger por Emerson Sheik.

Mas quis o destino (na verdade, a postura das equipes em campo) que a Chapecoense é quem fosse recompensada com um gol nos minutos finais - aos 49, no último lance! Num contra-ataque fatal dos catarinenses após Gabriel perder a bola no meio de campo, Márcio Araújo bateu cruzado da direita, Cássio se lançou ao chão na pequena área e espalmou dando rebote nos pés de Doffo, que liquidou o placar para os donos da casa. Que situação!

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Cássio.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes