#Mundial20anos: Vampeta explica 'frieza' de Dida em lance histórico e se orgulha ao falar da Fiel

6.0 mil visualizações 33 comentários Comunicar erro

Corinthians vence Vasco da Gama nos pênaltis e fatura primeiro Mundial de Clubes da Fifa

Corinthians vence Vasco da Gama nos pênaltis e fatura primeiro Mundial de Clubes da Fifa

Divulgação

A terça-feira é mais especial para o torcedor corinthiano. Neste 14 de janeiro, o clube do Parque São Jorge celebra 20 anos do histórico título do Mundial de Clubes da Fifa, conquistado sobre o Vasco da Gama, em pleno Maracanã. Diante da simbólica data, a reportagem do Meu Timão conversou com uma das principais peças daquela equipe do Corinthians: o volante Vampeta.

Conhecido por sua qualidade, representatividade e declarações memoráveis, Vampeta fez questão de enaltecer o feito protagonizado pela Fiel em 2000. Entre os 73 mil torcedores presentes na capital carioca para acompanhar a decisão, cerca de 30 mil eram corinthianos. Assim, com um estádio praticamente dividido, o Timão entrou em campo seguro de que não faltaria apoio das arquibancadas.

"A torcida do Corinthians calou o Maracanã. Foi uma festa linda. A Fiel ofuscou a torcida do Vasco, eles ficaram calados. Lembro até hoje daquele bandeirão da Gaviões da Fiel, foi uma baita festa. Dentro de campo dava para ouvir todos os cânticos das arquibancadas. O estádio era meio a meio e foi incrível", relembrou Vampeta.

Mundial

Reprodução

Após uma primeira fase onde o Corinthians se classificou sem grandes dificuldades, a finalíssima certamente foi o jogo mais complicado e disputado do Mundial. Não à toa, a conquista alvinegra veio apenas nos pênaltis, depois de um empate sem gols no tempo regulamentar.

Camisa 5 do Timão naquela ocasião, Vampeta ressaltou a qualidade da equipe do Vasco, que contava com grandes estrelas. Ao concluir o raciocínio, no entanto, ele fez uma ressalva sobre um certo favorecimento ao clube de São Januário.

"O Vasco era um grande time. Jorginho, Romário, Edmundo, Amaral, Felipe, Helton... Todos esses faziam parte daquele time. Foi um jogo difícil, mas eles não se classificaram para a semifinal do Brasileiro e se prepararam apenas para o Mundial, com um tempo maior. Além disso, tiveram a chance de decidir o título em casa", comentou.

Leia o conteúdo especial do Meu Timão:
#Mundial20anos: Números e curiosidades que você pode não saber sobre o título do Corinthians
#Mundial20anos: 'A música Todo Poderoso Timão foi o que nos deu força', lembra Oswaldo de Oliveira
#Mundial20anos: Corinthians derrotava o Vasco para conquistar o primeiro Mundial há 20 anos
#Mundial20anos: onde estão e o que fazem os 23 jogadores do Corinthians campeões do Mundial?
#Mundial20anos: Título do Corinthians fez maior rival criar dossiê para tentar ressuscitar 1951

Mesmo com a partida terminando empatada e indo para as penalidades, Vampeta garante que não temeu o vice-campeonato. Isso porque o time comandado por Oswaldo de Oliveira contava com um nome de respeito no gol: Dida. E apesar de ter defendido uma pênalti naquela decisão, o goleiro ficou marcado por outro lance.

Logo após Edmundo desperdiçar a última cobrança e definir o título para o Corinthians, Dida saiu da meta alvinegra andando, como se algo pouco importante tivesse acontecido. A cena viralizou e o camisa 1 ficou conhecido por sua "frieza". Ao ser questionado sobre o tema, portanto, Vampeta explicou o motivo que fez o arqueiro alvinegro agir de tal forma.

"O Dida sempre passava muita tranquilidade para toda equipe. Sempre confiei nele. Começamos juntos no Vitória. Muita gente fala que o Dida era frio, mas quando o Edmundo erra e ele sai do gol sem comemorar muito, foi porque ele achou que ainda teria mais uma cobrança para defender. Não sabia que era a última", expôs.

Dida

Divulgação/Twitter

Mesmo com o tamanho da conquista, o ex-atleta disse que não foi seu principal troféu na carreira. Deixando títulos pela Seleção Brasileira de lado, Vampeta garante que o Campeonato Brasileiro de 1998 foi mais importante para se consolidar no Parque São Jorge e até mesmo como um grande jogador no cenário nacional.

"Foi um dos títulos mais importantes da minha carreira, sem dúvidas. Mas o que eu coloco como o principal foi a conquista do Brasileirão de 98. Tinha acabado de voltar da Holanda e esse título me deu confiança para conquistar as outras taças que viriam nos anos seguintes. Me serviu para me consolidar no Corinthians", concluiu.

Em tempo: foi o primeiro Mundial de Clubes realizado pela Fifa. A competição, inclusive, só voltaria a ser realizada em 2005. Cabe destacar que o Corinthians é o único clube brasileiro que conquistou duas edições do torneio mundial organizado pela entidade máxima do futebol - segunda aconteceu em 2012, na vitória por 1 a 0 contra o Chelsea, no Japão.

Falando em Mundial...

Veja mais em: Ídolos do Corinthians, Mundial de Clubes, Fatos marcantes, Títulos do Corinthians, Jogos Históricos, História do Corinthians e Especiais do Meu Timão.

Veja Mais:

  • Ruan Oliveira é um dos titulares do Timãozinho na partida

    Corinthians confirma escalação com uma alteração para semifinal da Copinha

    ver detalhes
  • Volante Ralf vai procurar um novo clube para si a partir da rescisão com o Corinthians

    Ralf não abre mão de salários, mas aceita condição e fica perto de rescisão com o Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians enfrenta o Internacional pela semifinal da Copinha

    Disputa do Corinthians por vaga na final da Copinha será exibida apenas na TV fechada; saiba mais

    ver detalhes
  • Corinthians fez primeiro treinamento no Brasil após disputa da Florida Cup

    Primeiro treino do Corinthians após Flórida tem mudança no meio de campo; veja provável time

    ver detalhes
  • Goleiro falou com a imprensa na manhã desta terça-feira

    Cássio vê Corinthians como o time a ser batido no Paulista: 'Como o Flamengo no Brasileiro'

    ver detalhes
  • Guilherme Romão foi campeão da Copinha pelo Corinthians em 2017

    Corinthians veta a participação de lateral emprestado ao Botafogo-SP na estreia do Paulistão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: