Análise: Corinthians só precisava não passar vergonha no Uruguai, mas não conseguiu

4.5 mil visualizações 117 comentários

Corinthians passou vergonha no Uruguai

Corinthians passou vergonha no Uruguai

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

O Corinthians foi ao Uruguai aceitando que o Peñarol já estava classificado e que a busca pela classificação era pura ilusão. Com vários reservas, a ideia claramente era competir e fazer ao menos um papel digno em Montevidéu, mas os corinthianos foram incapazes de não passarem vergonha fora de casa.

Assim que a escalação saiu todos os jornalistas ficaram na dúvida se o time iria em um 4-4-2 ou no mesmo 3-6-1 que deu certo recentemente, ainda que totalmente dependente da capacidade de João Victor, Raul Gustavo, além de um meio-campo/ataque que consiga encaixar a pressão na equipe adversária.

Sem os dois garotos e com Jô na frente, o Corinthians foi presa fácil. Xavier, assim como todos os jornalistas pré-jogo, pareceu entrar em campo na dúvida sobre qual era a sua função. Em várias oportunidades ficou no meio do caminho entre a linha defensiva e o meio, dando total liberdade para os adversários circularem a bola.

Roni e Camacho ainda conseguiram ter algum sucesso, mesmo com o claro desencaixe na marcação. Para piorar, Gil e Fábio Santos ficaram muito expostos com a linha alta, sem a vitalidade para pressionar nem a velocidade para recompor quando necessário. Um desastre completo.

Notícias relacionadas
Notícias relacionadas
Corinthians dá vexame, perde para Peñarol e é eliminado da Copa Sul-Americana Corinthians dá vexame, perde para Peñarol e é eliminado da Copa Sul-Americana

Para piorar, o Corinthians ainda teve falha de posicionamento no primeiro gol, com cabeçada no primeiro pau e uma polêmica decisão de que a bola entrou. Na sequência, lado esquerdo envolvido facilmente, Cássio falhou e 2 a 0. O jogo estava decidido com 15 minutos e cabia ao time definir o que queria.

Um caminho era preservar Mosquito e Vital, fechar o time e esperar o tempo passar. A outra, num breve lampejo de esperança, seria sacar Jô, Fábio Santos e Gil, colocar os outros titulares disponíveis e tentar mudar o panorama. Mancini não fez nem um nem outro.

Para piorar, o segundo tempo ainda foi típico de times que não sabem o que fazer em campo: facilmente envolvido sem a bola, pouco criativo com a bola e até apanhando mais do que o adversário. Outra parcial de 2 a 0 e um vexatório 4 a 0 para o Corinthians numa disputa em que conseguiu passar vergonha em três dos quatro jogos que fez.

Veja mais em: Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Danilo Avelar admitiu ter feito um comentário racista durante partida de jogo online

    Danilo Avelar assume comentário racista, pede desculpa e diz que está 'disposto a crescer'

    ver detalhes
  • Danilo Avelar cometeu ato racista durante partida online de CS:GO

    Torcida do Corinthians cobra demissão de Danilo Avelar após caso de racismo; veja tuítes

    ver detalhes
  • Everaldo (Sport), Éderson (Fortaleza) e Bruno Méndez (Inter) são três dos 17 que, neste momento, estão emprestados pelo Corinthians

    Corinthians gastou R$ 68,6 milhões com jogadores que estão emprestados; Bruno Méndez é o mais caro

    ver detalhes
  • Garotos da base reforçaram o treino do profissional nesta terça-feira

    Treino do Corinthians tem liberação de Bruno Méndez e reforços da base nesta terça-feira

    ver detalhes
  • Alex é o novo auxiliar técnico do Corinthians

    Alex deixa a coordenação da base e vira auxiliar técnico de Sylvinho no Corinthians

    ver detalhes
  • Natascha será desfalque do Corinthians no jogo contra o Avaí/Kindermann

    Goleira do Corinthians passará por cirurgia e é desfalque para última rodada do Brasileiro Femimino

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x