2000 - Corinthians 2x2 Real Madrid

2000  - Corinthians 2x2 Real Madrid
Edilson e Dida brilharam na semifinal do Mundial, que, pro Corinthians, foi o jogo do título
Morumbi
,
Corinthians Escudo do Corinthians
2 x 2
Real Madrid Escudo do Real Madrid

Ficha Técnica

Jogo: Jogo do Mundial

Placar: Corinthians 2 x 2 Real Madrid

Data: 07.jan.2000

Estaácio: Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi)

Campeonato: Mundial

Escalação: Dida; Índio, João Carlos, Fabio Luciano e Kleber; Rincón, Vampeta (Edu), Ricardinho e Marcelinho; Edílson e Luizão (Dinei). Técnico: Oswaldo de Oliveira

O Real Madrid era o time forte da chave. Mas bastou um empate pro Corinthians chegar a final do mundial . Qual Corinthiano não lembra dessa partida?

O Corinthians chegou a esse Campeonato Mundial após duas temporadas perfeitas (bi-Brasileiro 98/99) e extenuantes. Jogadores sem férias e cansados, porém jogando com experiência, raça e muita vontade.

Segundo o vice do Real Madrid, o senhor Juan Onieva, o jogador do Corinthians Edílson, em grande fase, não passava de um “desconhecido”. E o “desconhecido” calou a boca da torcida madrileña.

Antes da partida Edílson prometeu que faria um gol após passar a bola pelo meio das pernas do zagueiro Karembeu. Promessa feita é promessa cumprida.

O time do Real Madrid saiu na frente aos 19 minutos do primeiro do tempo, com Anelka.

Com a partida em 1x0 pros espanhóis o Corinthians teve um gol legítimo anulado pelo juiz da partida. Mas mesmo assim ainda no primeiro tempo Edílson empatou a partida após jogada em que Luizão o deixou livre, dentro da área pra empurrar a bola pro gol.

E assim terminou a primeira etapa, empate em 1x1.

Aos 18 minutos do segundo tempo após um contra-ataque de muita velocidade do Corinthians, Edílson cumpriu a sua promessa anotando o segundo gol do Corinthians após dar uma “caneta” em Karembeu. O Real Madrid ainda empataria a partida com Anelka novamente aos 25 do segundo tempo, após driblar o goleiro Dida.

Como pro Corinthians as coisas sempre são mais sofridas, aos 36 minutos Sávio invade área corinthiana e é derrubado. Pênalti a favor do Real Madrid. Anelka vai pra bola certo de que marcaria o seu terceiro gol na partida, o que deixaria o Real a um passo da final do Mundial. Só que o goleiro do Corinthians era o Dida, exímio pegador de pênaltis.

O resultado não poderia ser outro: Anelka bateu a meia altura no canto direito do gol e Dida pegou, garantindo o empate.

Comentários

  • 1000 caracteres restantes
veja mais fechar

Mais jogos

2009 - Internacional 2x2 Corinthians

O título da Copa do Brasil consagra a volta por cima triunfante do Corinthians após uma crise de troca de diretoria e o rebaixamento na série B. O Corinthians se reergueu e mais uma vez provou para...