Ronaldo Giovanelli lamenta decisão de presidente do Corinthians e pede 'bom senso'

Ronaldo Giovanelli lamenta decisão de presidente do Corinthians e pede 'bom senso'

Por Meu Timão

6.5 mil visualizações 73 comentários Comunicar erro

Giovanelli criticou presidente do Corinthians por rejeitar retorno de Andrés ao Parque São Jorge

Giovanelli criticou presidente do Corinthians por rejeitar retorno de Andrés ao Parque São Jorge

Foto: Reprodução/TV

Roberto de Andrade não pretende aceitar a ajuda de antigos aliados políticos para reformular o Corinthians. E a decisão unilateral do mandatário foi reprovada pelo ídolo do clube e hoje comentarista da TV Bandeirantes Ronaldo Giovanelli. Para o ex-goleiro, o cartola alvinegro necessita de auxílio no momento e deveria dar o braço a torcer em troca da saúde do Timão.

“Essa turma aí é da situação. Estão querendo o bem do Corinthians, como foi no passado. E o Roberto de Andrade não quer, porque ele pensa que só ele é o presidente e que ele agora é quem pode brincar de ser presidente do Corinthians. Acho que ele tem que ter bom senso e pensar no clube”, afirmou Giovanelli.

Conforme revelado pelo Meu Timão no último sábado, os retornos de Andrés Sanchez, Raul Corrêa da Silva (ex-diretor financeiro) e Luis Paulo Rosenberg ao Corinthians ganharam força nos bastidores. O trio se juntaria a André Luiz de Oliveira, o André Negão, e Jorge Kalil, vice-presidentes eleitos no último pleito. Há ainda a possibilidade de outros responsáveis pelo recomeço alvinegro na Série B se juntarem aos demais como, por exemplo, o ex-vice jurídico Sérgio Alvarenga.

Questionado sobre a recusa de Andrade ao pedido de Andrés, o comentarista foi direto. “O Corinthians foi grande, mas as atitudes do Roberto são pequenininhas, como quatro técnicos em um ano, anúncio de contratações batendo no peito... Não é momento disso”, frisou, esclarecendo ainda que o movimento articulado por Sanchez não se trata de “golpe”.

“Esse grupo quer ajudar o Roberto. Andrés, Rosenberg, Raul (...). Quem quer a saída do Roberto é a oposição”, finalizou.

Tido como um dos maiores goleiros da história do Corinthians, Ronaldo participou do título brasileiro de 1990, o primeiro do time. De 1988 a 1998, defendeu a meta alvinegra por 602 partidas e ainda foi tricampeão paulista e campeão da Copa do Brasil.

Veja mais em: Ídolos do Corinthians, Roberto de Andrade, Andrés Sanchez e Ronaldo Giovanelli.

Veja Mais:

  • Rodriguinho comemora golaço na Arena Corinthians

    Com golaço e até 'nó tático', Corinthians detona Palmeiras e vence primeiro Dérbi de 2018

    ver detalhes
  • Abraçado pelo elenco na foto, Rodriguinho também ganhou carinho da Fiel no Notas da Torcida

    Rodriguinho brilha em campo e Carille fora: Fiel elege craques do Corinthians no Dérbi

    ver detalhes
  • Fábio Carille estreou novo esquema tático na vitória do Corinthians sobre o Palmeiras

    Carille admite 'passinho pra trás', festeja novo esquema, mas cogita mudança na estreia da Liberta

    ver detalhes
  • Lance que originou a expulsão de Jaílson deixou um corte na perna do volante do Corinthians

    'Tá aí a prova': Sangrando, Renê Júnior mostra corte que resultou em pênalti e expulsão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes