Rosenberg provoca Renato Gaúcho e ironiza momento de rival do Corinthians

Rosenberg provoca Renato Gaúcho e ironiza momento de rival do Corinthians

Por Meu Timão

Rosenberg trabalhou no Corinthians entre 2007 e 2012

Rosenberg trabalhou no Corinthians entre 2007 e 2012

Foto: Reprodução

Líder e invicto no Campeonato Brasileiro, o Corinthians foi, durante grande período, alvo de algumas previsões de queda de rendimento. A mais famosa delas e até hoje mais comentada pelos torcedores é a de Renato Gaúcho, que cravou o Timão "despencando" na tabela de classificação. Ex-vice presidente do clube e sempre envolvido com provocações, Luis Paulo Rosenberg não perdeu a chance de alfinetar o treinador do Grêmio.

"Enquanto a matemática não confirmar (o título), a gente não acredita nisso, mas está difícil achar um adversário para nos fazer despencar, como disse um técnico. Isso está difícil", ironizou, em entrevista à Gazeta Esportiva.

Leia também:
Fagner fala sobre fazer história no Corinthians, revela papo com Léo Príncipe e manda recado à Fiel
Balbuena brinca com pai de primeira viagem no Corinthians e crava mudança: 'Correrá em dobro'
Diretor do Corinthians explica situação de Walter, prevê volta de Douglas e alfineta rival

Quem também não escapou do ex-dirigente alvinegro foi o São Paulo. Após prever o insucesso de Rogério Ceni no comando da equipe, Rosenberg preferiu não falar do treinador. Apesar disso, nada o impediu de brincar com os constantes erros de administração do rival, que briga contra o rebaixamento neste Brasileirão.

"Acho que o corintiano olha o trabalho do Carille e torce para o fracasso do adversário, mas dizer que tenho condição para analisar tecnicamente o trabalho do Rogério Ceni eu não faria isso. Uma coisa é a gente brincar e ter muito prazer no fracasso do adversário, outra é querer palpitar na vida dele. Que o Rogério tenha uma vida muito promissora, de muito sucesso e que o São Paulo continue mantendo firmemente a trajetória atual", brincou.

"(Vejo a fase do São Paulo) com grande alegria. Não vou dar palpite no que eles devem fazer, mas acho que eles vêm fazendo um trabalho muito bom. Isso é o que todo corintiano gostaria", completou, ironizando o trabalho feito no time rival.

Esquecendo um pouco os adversários, Rosenberg fez questão de valorizar a temporada que o time faz dentro das quatro linhas. Fora dele, no entanto, o ex-vice presidente do clube, que falou do não aproveitamento total do potencial da Arena recentemente, disse esperar uma boa gestão para manter o Timão nos trilhos.

"Como torcedor estou muito feliz. O torcedor olha o resultado e o resultado é o melhor da nossa história. Os dirigentes que tem que cuidar das finanças. Estou há cinco anos longe do clube e estou feliz com o desempenho em campo e torcendo para que a gestão tenha muito sucesso", concluiu.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Romero foi bastante participativo no primeiro tempo, mas 'sumiu' na etapa final

    Sem criar chance de gol, Corinthians cai na pilha do Racing e é eliminado da Sul-Americana

    ver detalhes
  • Rodriguinho foi expulso após dar solada no atleta adversário

    Fiel não perdoa, e Rodriguinho beira nota zero em eliminação do Corinthians na Argentina

    ver detalhes
  • Rodriguinho deixou El Cilindro sem conversar com a imprensa

    Rodriguinho pede desculpas ao elenco por expulsão, mas opta pelo silêncio na zona mista

    ver detalhes
  • Adauto falou com a imprensa na saída do estádio El Cilindro

    Diretor do Corinthians detona arbitragem na Argentina: 'Verdadeiros artistas'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes