Clayton aponta falta de oportunidades como 'incômodo' em sua passagem pelo Corinthians

Clayton aponta falta de oportunidades como 'incômodo' em sua passagem pelo Corinthians

Por Meu Timão

Emprestado pelo Atlético-MG, Clayton permaneceu no Timão por cinco meses

Emprestado pelo Atlético-MG, Clayton permaneceu no Timão por cinco meses

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

A passagem de Clayton pelo Corinthians foi mais rápida e menos marcante que o esperado pelo jogador. O atacante foi emprestado pelo Atlético-MG para o clube alvinegro, em uma troca pelo meio-campista Marlone, e voltou para Belo Horizonte após cinco meses no Parque São Jorge. Para o atleta, a falta de oportunidades no time líder do Campeonato Brasileiro com o técnico Fábio Carille passou longe de ser cômoda.

Não estava cômodo (ficar no Corinthians na reserva por ter um título), eu não estava jogando e não gosto disso. Eu não gosto de não ir nem pra lista. É um novo desafio, o (Rogério) Micale me conhecia, não adiantava nada ser campeão brasileiro, mas não entrar”, comentou Clayton durante entrevista coletiva no CT do Atlético-MG.

Clayton retornou ao time mineiro à pedido do técnico Rogério Micale. A negociação veio em boa hora para os dirigentes do Corinthians, que não se opuseram a devolução do atacante. O atleta não conseguiu vingar no elenco de Fábio Carille e não chegou a lutar como deveria para isso.

Leia também:
Surpreso com temporada do Corinthians, Jô se esquiva de polêmicas e sonha com convocação
Técnico do Corinthians elege concorrentes ao título do Brasileirão 2017

Com a chegada de Clayson e a ascensão do jovem Pedrinho no Timão, o jogador perdeu espaço e passou a se revezar com Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto pelos lados do campo na linha de três ofensiva – tendo Romero e Jadson como titulares absolutos. No Atlético-MG, Clayton terá a chance de ser titular nesta quarta-feira, diante do Internacional, pela Primeira Liga, no Rio Grande do Sul.

“Nessa correria de jogos, eu não tive muito tempo de conversar com o Micale. Ele já sabe como eu gosto de jogar, eu prefiro o lado esquerdo ou centralizado, onde ele puder me colocar eu vou dar o melhor pelo Atlético", projetou.

Com a camisa do Timão, Clayton disputou 14 jogos e marcou dois, sendo ambos diante do Vasco, em São Januário, ainda no primeiro turno do Brasileirão. De volta ao Atlético-MG, o atacante traçou os objetivos do time mineiro na competição nacional. O clube se encontra na 11ª posição da tabela, com 29 pontos – 21 a menos que o líder Corinthians.

Leia também: Marciel no lugar de Moisés? Carlinhos no de Kazim? Técnico do Corinthians esclarece

“O objetivo agora é G6. Eu espero jogar e ajudar a equipe a ir mais longe possível. Muito feliz por voltar para o Atlético, tive período no Corinthians, grande experiência, mas o grande desafio de voltar a pedido do Micale, o objetivo é ficar pelo menos no G6”, afirmou Clayton.

Veja mais em: Clayton, Mercado da bola e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Na Série B do Brasileirão pelo Internacional, Leandro Damião entrou na mira do Timão

    Corinthians inicia sondagem sobre centroavante do Internacional

    ver detalhes
  • Timão monitorava situação de Roger, em fim de contrato no Botafogo

    Alvo do Corinthians, centroavante Roger fecha com clube gaúcho

    ver detalhes
  • Vilson só deve retornar aos treinos em fevereiro do ano que vem

    Vilson passa por nova cirurgia no joelho e deve perder pré-temporada do Corinthians; veja foto

    ver detalhes
  • Assim como no Paulistão, Cássio será o escolhido para levantar a taça do Brasileiro

    Carille define qual jogador do Corinthians vai levantar a taça do Campeonato Brasileiro de 2017

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes