Primeiro semestre do Corinthians: as situações dos 15 contratados (e vem mais por aí!)

Primeiro semestre do Corinthians: as situações dos 15 contratados (e vem mais por aí!)

18 mil visualizações 101 comentários Comunicar erro

Love e Sornoza são contratações que se deram bem no primeiro semestre; Boselli nem tanto

Love e Sornoza são contratações que se deram bem no primeiro semestre; Boselli nem tanto

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Há quem defenda que o principal reforço do Corinthians para a temporada tenha sido o retorno do técnico Fábio Carille, agora tricampeão paulista e carregando também em seu currículo o título brasileiro de 2017. É inegável, porém, o peso das contratações para a reformulação do elenco: 15 jogadores assinaram com a equipe profissional neste semestre.

Há quem já seja titular absoluto, quem tenha perdido oportunidades, quem não tenha recebido oportunidades, quem já saiu do clube e até quem nem chegou e já foi emprestado. Ah! E não se engane: ainda tem mais gente vindo por aí para o segundo semestre!

Diante disso, o Meu Timão traz abaixo um raio-x das contratações para 2019!

Pode chamar de reforço!

Na lista dos que chegaram e, em pouco tempo, assumiram condição de titular estão quatro nomes: o zagueiro Manoel, o volante Júnior Urso, o meia Sornoza e o atacante Vagner Love.

Manoel chegou emprestado pelo Cruzeiro e, mesmo perdendo a pré-temporada, foi rapidamente encaixado ao lado de Henrique por Carille. O camisa 4 do Timão encerrou o semestre com 26 jogos, dois gols e clara evolução em relação ao início do Paulistão.

Júnior Urso talvez tenha sido o nome que mais rapidamente se adaptou. Estreou como titular, e logo num clássico contra o São Paulo. Não saiu mais da equipe. Tornou-se cão de guarda junto com Ralf e elemento surpresa no ataque com quatro gols em 22 jogos.

Sornoza demorou para encaixar na equipe. Mas pode colocar na conta de Carille! O próprio treinador admitiu que insistiu com o equatoriano aberto pela esquerda até reconhecer que o ideal era utilizá-lo centralizado. São 31 jogos, um gol e nove assistências (líder no quesito).

Vagner Love precisou esperar. Gustagol começou bem até se machucar, Boselli ganhou chances até decepcionar... E então o Artilheiro do Amor tornou-se centroavante principal da equipe. E de lá não saiu mais! Ele já soma 32 jogos e cinco gols do alto de seus 35 anos.

Agora vai?

Cedo para classificá-los como decepções, mas de fato esperava-se mais: Ramiro e Boselli ainda não mostraram no Corinthians o que vinham fazendo por Grêmio e León (MEX).

Ramiro foi testado por Carille principalmente em duas funções: como segundo volante e como meia aberto pela direita. Perdeu espaço em ambos os setores (para Júnior Urso e Pedrinho/Jadson, mais especificamente). Soma 25 jogos e nenhum gol.

Boselli chegou com status de titular mas teve de se contentar com a reserva de Gustagol, que iniciou a temporada fazendo gol a rodo. Quando enfim teve oportunidade de engatar sequência na equipe, o argentino mostrou-se pouco efetivo. São 22 jogos e dois gols.

Sem chances

Quatro contratados do Corinthians pouco foram utilizados por Fábio Carille até aqui. Dois deles já estão no elenco há um bom tempo: Bruno Méndez e Régis. Outros dois chegaram depois do Paulistão: Matheus Jesus e Everaldo.

Bruno Méndez veio contratado do Montevideo Wanderers e, mesmo capitão da Seleção Uruguaia Sub-20, ainda tem a seu desfavor no entendimento da comissão técnica do Timão a pouca experiência. Estreou improvisado como lateral-direito e somou assim dois jogos só.

Régis foi contratado a pedido de Fábio Carille, com quem trabalhou na Arábia Saudita. Somou até aqui, porém, apenas três partidas e nenhuma delas como titular.

Everaldo vinha fazendo grande primeiro semestre pelo Fluminense e já recebeu oportunidades (saindo do banco de reservas no segundo tempo) assim que passou a ser relacionado. Soma duas partidas por ora e pode começar o segundo semestre como titular.

Matheus Jesus foi regularizado para jogar antes mesmo de Everaldo, mas ainda não entrou em campo pelo Corinthians. É provável que só estreia quando Júnior Urso não for utilizado.

Composição de elenco

Michel Macedo é talvez o único caso de jogador que está "firme e forte" no elenco para... compor elenco. É indiscutível a titularidade de Fagner. O lateral-direito, que já acumulou duas lesões neste primeiro semestre, tem nove partidas disputadas pelo Timão.

Partiu!

Dois nomes contratados para 2019 já nem estão mais no elenco. E um terceiro deve sair nos próximos dias: são eles os atacantes André Luis e Gustavo Mosquito e o volante Richard.

André Luis e Gustavo Mosquito fizeram apenas cinco e seis jogos cada, respectivamente, antes de serem descartados por Carille e emprestados a Fortaleza e Vila Nova-GO.

Richard até recebeu mais chances (17 jogos), mas ganhou recentemente concorrência de Matheus Jesus e, diante do forte interesse do Vasco, deve ser emprestado ao clube carioca.

A saída dos que não chegaram

Matheus Alexandre é caso particular entre os contratados do Corinthians para 2019. Na verdade, ele foi contratado em 2019 para 2020. Destaque da Ponte Preta, o lateral-direito assinou com o Timão e seguiu na equipe de Campinas (agora emprestado até dezembro).

E vem mais aí!

Nome quase certo para desembarcar no Brasil e assinar com o Corinthians é o do zagueiro Gil, que está finalizando trâmites de sua rescisão contratual com o Shandong Luneng, da China, e tem acordo verbal para seu retorno ao clube onde jogou entre 2013 e 2015.

Veja mais em: Especiais do Meu Timão, Contratações do Corinthians, Mercado da bola, Jogadores emprestados, Manoel, Michel Macedo, Richard, Júnior Urso, Matheus Jesus, Sornoza, Ramiro, Mauro Boselli, Vagner Love, Gustavo Silva, André Luis, Bruno Méndez e Régis.

Veja Mais:

  • Elenco se reuniu para dia de confraternização no CT Joaquim Grava

    Música e confraternização: elenco do Corinthians faz churrasco após jogo-treino no CT; veja vídeos

    ver detalhes
  • Walter assinou novo vínculo com o Corinthians

    Walter e diretoria do Corinthians acertam renovação de contrato; assinatura será em janeiro

    ver detalhes
  • Willian revisitou a Fazendinha, onde foi revelado com a camisa do Corinthians

    Após vencer a Copa América, Willian visita Parque São Jorge: 'Tenho grandes lembranças'

    ver detalhes
  • Riquelme pediu ao ex-presidente para não deixar o Boca na ocasião

    Riquelme no Corinthians? Ex-presidente do Boca revela porque negociação pelo argentino não avançou

    ver detalhes

Comente a notícia: