Corinthians tem pênaltis não marcados, empata com Ceará e chega a quatro jogos sem vencer

Corinthians Corinthians 1 x 1 Ceará Ceará

Brasileiro 2018

Corinthians tem pênaltis não marcados, empata com Ceará e chega a quatro jogos sem vencer

46 mil visualizações 947 comentários Comunicar erro

Roger quase fez gol, mas acabou passando em brando na estreia pelo Corinthians

Roger quase fez gol, mas acabou passando em brando na estreia pelo Corinthians

Foto: Reprodução/TV

O Corinthians foi acordado com um banho de água fria neste domingo de manhã, não conseguiu se recuperar a tempo e ficou apenas no empate de 1 a 1 diante do Ceará, na Arena, em Itaquera, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Escalado com equipe mista, o Timão viu o zagueiro Henrique, titular absoluto, marcar o gol corinthiano.

Estreantes na equipe titular do Corinthians em 2018, Pedrinho, Danilo e Roger tiveram atuações bem distintas: o primeiro foi um dos destaques do Timão, tendo inclusive sofrido um pênalti não marcado pela arbitragem; o segundo deixou o gramado logo aos 27 minutos do primeiro tempo; o terceiro por pouco não fez gol, mas acabou passando em branco.

Com o empate deste domingo, o Corinthians chega a sete pontos conquistados no Brasileirão em 12 disputados. A equipe de Fábio Carille, por ora, mantém a segunda colocação - já ocupava a vice-liderança no início da rodada. Os demais jogos agendados para este domingo, porém, podem custar posições ao Timão na classificação.

O Corinthians, cabe ressaltar, engata agora uma sequência de quatro jogos sem vitória: empate contra o Vitória, derrotas para Atlético-MG e Independiente e nova igualdade, agora frente ao Ceará.

Leia também: Com ex-BBB Kaysar, refugiados sírios marcam presença na Arena Corinthians em jogo deste domingo

Em tempo: o Corinthians entrou em campo neste domingo com cinco mudanças em relação à equipe que havia iniciado a partida da última quarta, contra o Independiente. Ganharam chances: Pedro Henrique, Pedrinho, Danilo, Marquinhos Gabriel e Roger. Foram poupados: Balbuena, Romero, Jadson, Rodriguinho e Mateus Vital.

A escalação do Timão, no esquema tático 4-2-3-1, foi a seguinte: Cássio, Guilherme Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Marquinhos Gabriel, Danilo e Pedrinho; Roger. A faixa de capitão ficou com o zagueiro Henrique.

O Corinthians volta a jogar nesta quinta-feira, contra o Vitória, pelo duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. No que diz respeito ao Brasileirão, o Timão entra em campo domingo que vem em clássico contra o Palmeiras. Ambas as partidas estão marcadas para a Arena, em Itaquera.

Primeiro tempo

Torcedores ainda bocejavam entrando sonolentamente na Arena Corinthians quando o Ceará tratou de dar um banho de água fria mostrando que a manhã de domingo não seria nada pacata em Itaquera.

Logo aos oito minutos, o ex-corinthiano Elton deu belo passe de letra para Wescley, quebrando assim a marcação do Timão. O jogador do Ceará dominou no peito e, antes mesmo de deixar a bola quicar, acertou um belo chute de fora da área. Cássio se esticou, mas não evitou que suas redes fossem balançadas.

Atrás no placar logo no início, a exemplo do que já havia acontecido quarta-feira contra o Independiente, o Corinthians encontrava dificuldade para furar a retranca do Ceará - muito em função do excesso de passes errados, cabe aqui destacar. Quem se destacou positivamente foi o ágil Pedrinho, com dribles e tentativas de infiltração pela direita na grande área adversária. Marquinhos Gabriel e Roger foram bastante acionados, mas não pareciam viver inspirada manhã.

Não muito efetivo em campo e além de tudo sentindo dores, Danilo deixou a equipe logo aos 27 minutos para a entrada de Jadson. A primeira substituição de Carille, aparentemente prematura, deu novo gás ao ataque corinthiano. E sairia justamente dos pés do camisa 10 a bola responsável por empatar a partida!

Aos 39 minutos, após bela jogada individual de Pedrinho e escanteio marcado para o Corinthians, Jadson foi para a cobrança e levantou bola preciosa na cabeça de Henrique. O zagueiro, hoje capitão, testou firme sem chances de defesa para o goleiro Éverson. Tudo igual em Itaquera antes do intervalo!

Segundo tempo

Os 45 minutos finais da partida foram marcados por dois graves deslizes do árbitro Savio Pereira Sampaio. Primeiro Jadson e depois Pedrinho: ambos foram derrubados na grande área em lances praticamente consecutivos; a arbitragem não apenas ignorou as penalidades como deu cartão amarelo para o jovem meia-atacante o acusando erroneamente de simulação.

Saudações Corinthianas listou erros históricos de arbitragem contra o Timão

Erros de arbitragem à parte, Corinthians e Ceará davam indícios de que usariam e abusariam de chutes de média/longa distância. Foi assim que o Timão chegou com Maycon, obrigando Éverson a fazer grande defesa. Da mesma forma, Elton acertou belo arremate e forçou Cássio a se esticar todo para espalmar a bola.

Incomodado com a dificuldade do Corinthians em encaixar bons ataques, Carille promoveu a entrada de Mateus Vital no lugar de Marquinhos Gabriel. Pouco depois, foi a vez de Emerson Sheik deixar o banco de reservas assumindo a vaga de Pedrinho.

Contudo, foi dos pés de Jadson, mais uma vez, que o Corinthians por muito pouco não chegou às redes adversárias. O camisa 10 acertou belo cruzamento para Roger. O centroavante cabeceou com firmeza e viu a bola passar rente à trave esquerda de Éverson.

No fim das contas, o Corinthians não conseguiu mais chegar às redes do Ceará. 1 a 1 em Itaquera e fim de jogo!

Veja mais em: Campeonato Brasileiro, Henrique e Arena Corinthians.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes