Loss assume!

Fórum do Corinthians
Tópico Épico Entenda as regras

Renato #8.033 @renato.gino em 18/05/2018 às 07:28

Lamentável a provável saída de Carille, porém Mano e Tite fizeram escola, temos um excelente aluno (certeza), Loss assumirá e será tão bom quanto todos os citados acima.

2.220 visualizações e 43 respostas neste tópico

Avaliação do tópico:

Responder tópico

Últimas respostas

Sandra Lima #1 @sandra.lima4 em 21/05/2018 às 13:25

Espero que ele fique.

Carlonez #1434 @carlonez em 18/05/2018 às 08:18

" "

Respeito a sua opinião, mas nenhum de nós acreditava no Carille antes de ser efetivado. Nas vezes anteriores que assumiu o time chegou inclusive a demonstrar insegurança (episódio do Elias orientando a alteração contra o Atlético). Foi efetivado e ao mesmo tempo subiram o Loss, coincidência ou não o Carille fez um ótimo trabalho.

Publicidade

Renan Timão #390 @davi14 em 18/05/2018 às 13:38

Acho difícil um técnico superar mano, Tite e Carille já conquistaram títulos e o Loss nunca dirigiu o profissional técnico aqui precisa de tempo e nossa torcida não tem paciência mas desafios são colocados a prova pra superarmos e esse seria o maior desafio para o Loss

Miguel Silva #7.190 @miguel.silva9 em 18/05/2018 às 13:27

Acho o Loss um bom técnico, pelo menos na base fez um grande trabalho, porem não podemos compara-lo ao Carille. O Carille viveu um grande tempo com Mano e Tite e aprendeu muito, já o Loss não teve isso. Claro que apostaria no Loss, mas temos que ir com calma.

Anisio Molim #94 @amoamolim em 18/05/2018 às 13:05

Essa coisa de técnicos mais estudiosos, mais acadêmico, também até o momento não se viu nenhum exito deles, exceto o Carille, como vocês dizem que são acadêmicos. (Acho que pela articulação linguística, tenho minhas dúvidas que sejam acadêmicos). Mas, isso é uma outra conversa.

São estudiosos do futebol, mas, só malograram por enquanto. Repito, exceto o Carille. Já vamos para 3 anos de técnicos em geral 'interinos', que até agora, não ganharam nada.

Se o regional de Pernambuco, ou do Ceará, ou de Santa Catarina, ou de Alagoas, ou, do raio que parta, forem referências para alguma coisa, então alguns desses 'acadêmicos' devem ter ganhando alguma coisa.

Só vi o Carille ganhar de fato e de direito até o momento.

Renato Gaúcho não tem nada de acadêmico e está ai como um dos melhores da atualidade. Se ele deixar o gaymio nesse momento, uns 7/8 times nacionais lhe farão propostas, até mesmo o Corinthians, no caso da confirmação do Carille sair.

Se é para contratar Eduardo batista, Roger não sei das quantas, zé qualquer, e outros, prefiro mil vezes o Loss, que já conhece o que é o Corinthians e sua forma de jogar, pois, nos últimos tempos de sua assistência técnica, certamente deixou a sua contribuição nas mudanças promovidas por Carille, nessa coisa de jogar sem centroavante.

tiago #518 @tiagopexe em 18/05/2018 às 09:18

" "

Quando o Carille assumiu foi a mesma ladainha.

A real é que o futebol mudou demais, hoje a parte tática e física está acima da qualidade técnica, o coletivo maior que o individual.

O mérito de Carille foi dar continuidade ao trabalho de Mano e Tite, que tinham essa filosofia mais europeia. O Osmar Loss fez um trabalho parecido na base tanto que o time jogava até com o mesmo esquema tático e filosofia de jogo.

Digo mais...

A menos que a diretoria contrate um medalhão tipo Cristóvão ou Oswaldo Oliveira, a maioria desses técnicos novos tipo Roger Machado, Zé Ricardo, Eduardo Baptista tem essa linha mais acadêmica, de estudo, então o trabalho deve seguir, mesmo que n seja Loss. Isso está evidente, todos os clubes estão aderindo aos profissionais mais novos, com média de idade de 40 anos, e com novas ideias.

O que ferrou com o time ano passado foi a diretoria ressuscitar treinadores velhos, endinheirados e com o burro na sombra (Oswaldo e Cristóvão) e se contratar um medalhão tipo pofexô Luxemburgo, Felipão, Dunga, Cuca, Abel, vai cometer o mesmo erro.

Cecel Rodrigues #8 @cecelzinho em 18/05/2018 às 12:37

Loss é muito bom...

Se tiver o pulso firme igual o Carille barrando quem não se dedica e mantem o Trabalho vai longe também

Deco 20 #65 @deco20 em 18/05/2018 às 09:49

Sem dúvida o melhor nome...

Diogo Ricardo #1.148 @diogo.ricardo em 18/05/2018 às 09:46

Os caras já chegam depositando o valor da multa rescisória, como que segura jogador assim?

Jr #654 @helciojr em 18/05/2018 às 09:09

" "

Planejamento dentro de campo desde a época do mano sempre houve, agora fora de campo que nunca teve...o que adianta ganhar brasileiro e no ano seguinte não dar continuidade para tentar a Libertadores e o mundial..esse é ciclo que qualquer time do Brasil tem que buscar. O certo seria não vender ninguém até o final do ano e tentar trazer um ou outro para qualificar mais o time...depois reestruturar e buscar o ciclo novamente.

Tiago Pexe #518 @tiagopexe em 18/05/2018 às 09:27

Esses técnicos da nova geração tem um perfil mais acadêmico, e a filosofia de jogo é mt parecida com a do Tite e Mano. É aquilo, o que dá certo, pode e deve ser copiado.

Com certeza, o Loss também está se preparando, mas se vier outro tipo Sylvinho, ou Zé Ricardo, n haverá grandes mudanças.

O que aconteceu ano retrasado, com Oswaldo e Cristóvão foi apenas uma demonstração do total despreparo da diretoria corintiana, de falta de competência e profissionalismo. O Roberto ''banana'' quis resolver do jeito dele e quase afundou o legado do Tite e Mano.

Maurício #3254 @mauricio.salgado em 18/05/2018 às 09:23

" "

Até aí concordo. Mas vejo pessoas dando como certa a efetivação e sucesso do Loss, sem nenhum embasamento. A era dos super-técnicos já era, concordo, mas daí a achar que basta colocar um interino e ele vai fazer milagre é demais. Além disso, sabemos que Carille sempre fez questão de se aperfeiçoar em cursos, passou anos aprendendo com técnicos rodados. O Loss tem pouco tempo de assistente e não sei se vem se preparando como o Carille fazia. Tudo isso tem que ser considerado.

Maurício Salgado #3.254 @mauricio.salgado em 18/05/2018 às 09:23

Até aí concordo. Mas vejo pessoas dando como certa a efetivação e sucesso do Loss, sem nenhum embasamento. A era dos super-técnicos já era, concordo, mas daí a achar que basta colocar um interino e ele vai fazer milagre é demais. Além disso, sabemos que Carille sempre fez questão de se aperfeiçoar em cursos, passou anos aprendendo com técnicos rodados. O Loss tem pouco tempo de assistente e não sei se vem se preparando como o Carille fazia. Tudo isso tem que ser considerado.

tiago #518 @tiagopexe em 18/05/2018 às 09:18

" "

Quando o Carille assumiu foi a mesma ladainha.

A real é que o futebol mudou demais, hoje a parte tática e física está acima da qualidade técnica, o coletivo maior que o individual.

O mérito de Carille foi dar continuidade ao trabalho de Mano e Tite, que tinham essa filosofia mais europeia. O Osmar Loss fez um trabalho parecido na base tanto que o time jogava até com o mesmo esquema tático e filosofia de jogo.

Digo mais...

A menos que a diretoria contrate um medalhão tipo Cristóvão ou Oswaldo Oliveira, a maioria desses técnicos novos tipo Roger Machado, Zé Ricardo, Eduardo Baptista tem essa linha mais acadêmica, de estudo, então o trabalho deve seguir, mesmo que n seja Loss. Isso está evidente, todos os clubes estão aderindo aos profissionais mais novos, com média de idade de 40 anos, e com novas ideias.

O que ferrou com o time ano passado foi a diretoria ressuscitar treinadores velhos, endinheirados e com o burro na sombra (Oswaldo e Cristóvão) e se contratar um medalhão tipo pofexô Luxemburgo, Felipão, Dunga, Cuca, Abel, vai cometer o mesmo erro.

Tiago Pexe #518 @tiagopexe em 18/05/2018 às 09:18

Quando o Carille assumiu foi a mesma ladainha.

A real é que o futebol mudou demais, hoje a parte tática e física está acima da qualidade técnica, o coletivo maior que o individual.

O mérito de Carille foi dar continuidade ao trabalho de Mano e Tite, que tinham essa filosofia mais europeia. O Osmar Loss fez um trabalho parecido na base tanto que o time jogava até com o mesmo esquema tático e filosofia de jogo.

Digo mais...

A menos que a diretoria contrate um medalhão tipo Cristóvão ou Oswaldo Oliveira, a maioria desses técnicos novos tipo Roger Machado, Zé Ricardo, Eduardo Baptista tem essa linha mais acadêmica, de estudo, então o trabalho deve seguir, mesmo que n seja Loss. Isso está evidente, todos os clubes estão aderindo aos profissionais mais novos, com média de idade de 40 anos, e com novas ideias.

O que ferrou com o time ano passado foi a diretoria ressuscitar treinadores velhos, endinheirados e com o burro na sombra (Oswaldo e Cristóvão) e se contratar um medalhão tipo pofexô Luxemburgo, Felipão, Dunga, Cuca, Abel, vai cometer o mesmo erro.

Maurício #3254 @mauricio.salgado em 18/05/2018 às 09:10

" "

O que faz você ter tanta certeza disso? Osmar Loss não passa de uma incógnita, que pode dar muito certo como Carille ou muito errado, não tem histórico nenhum no profissional para as pessoas confiarem tanto assim nele.