1920 - Santos 0x11 Corinthians

1920 - Santos 0x11 Corinthians
O Corinthians impôs uma goleada de 11 a 0 sobre o Santos
Vila Belmiro
,
Escudo do Santos Santos
0 x 11
Corinthians Escudo do Corinthians

Ficha Técnica

Placar: Santos 0 x 11 Corinthians

Data: 11.jul.1920

Estádio: Vila Belmiro (Santos)

Campeonato: Paulista

Escalação: Colombo; Nando e Gano; Garcia, Amílcar e Ciasca; Américo, Neco, Bororó, Gambarotta e Basílio.

Técnico/Capitão: Amílcar Barbuy

Ídolos que jogaram

Em 11 de julho de 1920, o Corinthians superou o Santos por 11 a 0, impondo a maior goleada da história do Clássico Alvinegro. O placar ainda poderia ter sido maior, tendo em vista que o jogo nem chegou ao fim. 

Tudo aconteceu no primeiro turno do Campeonato Paulista daquele ano. Jogando na Vila Belmiro, o Santos não soube aproveitar o fator casa e foi dominado. Aos 21 minutos do segundo tempo, o árbitro Eduardo Taurisano teve que encerrar a partida por falta de atletas adversários. Afinal, cinco jogadores santistas foram expulsos por enfrentarem a arbitragem.

O Timão começou o duelo com muita vontade e determinação. Assim, logo abriu o placar. O primeiro tempo terminou com um resultado já elástico. Os clubes foram para o vestiário com a vitória parcial de 5 a 0 para o Corinthians. Na segunda etapa, os visitantes continuaram a atacar. Sem chances de reação, o Santos começou a forçar expulsões.

Os dez primeiros gols foram de Basílio, Bororó, Amílcar, Neco (três gols) e Gambarotta (quatro gols). O último, porém, foi de um santista. O detalhe é que Ary Patusca balançou as redes propositalmente, como forma de protesto, e não escondeu isso. Desse modo, o árbitro teve que o expulsar por atitude antidesportiva e encerrar o confronto antes do esperado.

A escalação de Amílcar Barbuy, o capitão e responsável por montar o time numa época em que ainda não existiam técnicos, teve Colombo, Nando, Gano, Garcia, Amílcar, Ciasca, Américo, Neco, Bororó, Gambarotta e Basílio. 

O Corinthians, que nada tinha a ver com a confusão, comemorou muito aquela goleada, que até hoje se mantém como a maior da história do Clássico Alvinegro. Depois disso, o Santos abandonou o torneio e o Corinthians ficou em terceiro lugar na tabela ao final da competição.

Comentários

x