1983 - Corinthians 10x1 Tiradentes (PI)

1983 - Corinthians 10x1 Tiradentes (PI)
O elenco do Corinthians na época da maior goleada do Brasileirão
Canindé
,
Corinthians Escudo do Corinthians
10 x 1
Tiradentes-PI Escudo do Tiradentes-PI

Ficha Técnica

Placar: Corinthians 10 x 1 Tiradentes (Pi)

Data: 09.fev.1983

Estádio: Oswaldo Teixeira Duarte (Canindé)

Campeonato: Brasileiro

Público: 17.821 pagantes

Escalação: Solito; Alfinete, Mauro, Daniel Gonzales e Wladimir; Paulinho, Sócrates e Zenon (Eduardo); Biro-Biro, Ataliba (Vidotti) e Paulo Egídio.

Técnico: Mario Travaglini

A maior goleada da história do Campeonato Brasileiro pertence ao Corinthians. No dia 9 de fevereiro de 1983, num jogo válido pelo segundo turno da primeira fase da competição, o Timão venceu o Tiradentes, do Piauí, por 10 a 1. O palco do massacre foi o estádio do Canindé, onde estiveram presentes quase 18 mil pagantes.

A escalação de Mário Travaglini naquela noite teve Solito; Alfinete, Mauro, Daniel González e Wladimir; Paulinho; Zenon, Sócrates, e Biro-Biro; Ataliba e Paulo Egídio. Ao longo da disputa, entraram Eduardo e Vidotti. Com isso, saíram Zenon e Ataliba.

O Corinthians, que vivia grande fase na época da Democracia Corinthiana, jogou fácil e fez um espetáculo para o público, sob o comandado do Doutor Sócrates. Por incrível que pareça, foi o Tiradentes que achou o primeiro gol da partida. De pênalti, aos 18 minutos, Sabará abriu o placar. Daí para a frente, no entanto, só deu o Timão.

Sócrates empatou o duelo aos 24 minutos, também de pênalti. Depois, ele fez o da virada. Ainda no primeiro tempo, Biro-Biro fez o terceiro. Inspirado, o Magrão inteirou o quarto. Na sequência, Paulo Egídio fechou a conta da primeira etapa. Assim, as equipes foram para o vestiário com o placar de 5 a 1 para o Corinthians.

Na volta, o Timão não diminuiu o ritmo, mesmo com a larga vantagem. Logo aos quatro minutos do segundo tempo, Ataliba marcou um golaço, mostrando que o Corinthians queria mais. Em seguida, Wladimir fez o tento mais bonito de sua carreira, de bicicleta, e deixou o resultado em 7 a 1. Mais adiante, Paulo Egídio anotou mais um.

Foi então que Sócrates registrou o seu quarto e último gol do confronto. Para o Timão, este foi o nono. A torcida, enlouquecida com a vitória, pediu pelo décimo. Ele foi anotado por Vidotti, que entrou no lugar de Ataliba. Dessa forma, a partida encerrou com o triunfo do Timão por 10 a 1 sobre o Tiradentes, a maior goleada da história do torneio nacional.

Comentários

x