1995 - Corinthians 2x1 Palmeiras

1995 - Corinthians 2x1 Palmeiras
Time do Corinthians campeão em 1995, após a partida contra o Bragantino: suor e cansaço após uma grande entrega em campo
Santa Cruz
,
Escudo do Palmeiras Palmeiras
1 x 2
Corinthians Escudo do Corinthians

Ficha Técnica

Placar: Corinthians 2 x 1 Palmeiras

Data: 06.ago.1995

Estádio: Santa Cruz (Ribeirão Preto)

Campeonato: Paulista

Público: 46.594

Escalação: Ronaldo; André Santos (Vítor), Célio Silva, Henrique e Silvinho; Bernardo, Zé Elias, Marcelinho e Souza (Tupãzinho); Viola e Marques (Elivélton).

Técnico: Eduardo Amorim

O time do Corinthians era recém campeão da copa do Brasil foi pra essa decisão disposto a encerrar a sina de perder decisões para o arqui-rival.

A primeira partida terminou com empate em 1x1 (Nilson para o Palmeiras e Marcelinho para o Corinthians) e com esse resultado as equipes entraram buscando a vitória nessa segunda e decisiva partida.

O time do Palmeiras, embalado por bons resultados, veio pra cima do Corinthians, que soube segurar com tranqüilidade o rival e não se deixou dominar, criando inúmeras oportunidades de ataque também.

Se no papel o time do Palmeiras era mais forte (contava com jogadores como Muller, Rivaldo, Antonio Carlos, Roberto Carlos entre outros) o forte da equipe do Corinthians era o conjunto e a tranqüilidade de alguns jogadores mais experientes, casos do goleiro Ronaldo e do atacante Viola. Foi Ronaldo inclusive que protagonizou um lance que demonstrou extrema confiança na vitoria. Num chute de Rivaldo, de fora da área o goleiro corinthiano defende a bola matando-a no peito, mostrando que estava tranqüilo e seguro na partida e desestabilizando moralmente o meia rival.

A partida segue com o 0x0 no placar até os 11 minutos do segundo tempo, quando num vacilo da defesa do Corinthians, Nilson abre o placar para o Palmeiras.

Na jogada seguinte, aos 15 minutos, o Corinthians chega ao empate, com Marcelinho batendo falta da entrada da área, em lance que até o atacante palmeirense Muller foi pra baixo da trave pra tentar defender o chute, sem sucesso.

O jogo estava empatado em 1x1, os dois times tentando o gol e os goleiros em tarde inspirada parando os ataques.

Com o empate no placar o jogo foi para a prorrogação, até que aos 12 minutos do segundo tempo da prorrogação Tupãzinho rola a bola na entrada da área para Elivélton soltar a bomba e marcar o gol do título. Corinthians 2 x 1 Palmeiras e fim de jogo.

Corinthians campeão paulista colocando fim a hegemonia do time milionário do Palmeiras e consagrando um time que jogava com raça e dedicação e conquistava ali o segundo título da temporada.

Comentários

  • 1000 caracteres restantes