1968 - Corinthians 2x0 Santos

1968 - Corinthians 2x0 Santos
Flávio e Paulo Borges, os autores dos gols que marcaram o fim do tabu
Pacaembu
,
Corinthians Escudo do Corinthians
2 x 0
Santos Escudo do Santos

Ficha Técnica

Placar: Corinthians 2 x 0 Santos

Data: 06.mar.1968

Estádio: Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu)

Campeonato: Paulista

Público: 43.977 pagantes

Escalação: Diogo; Osvaldo Cunha, Ditão, Luis Carlos (Clóvis) e Maciel; Édson Cegonha e Rivelino; Buião, Paulo Borges, Flavio e Eduardo.

Técnico: Lula

 

Ídolos que jogaram

O Corinthians não vencia o Santos, em jogos válidos pelo Campeonato Paulista, desde 1957. No dia 6 de março de 1968, o Timão chegou forte e com vários reforços, como Paulo Borges, Eduardo e o técnico Lula, que comandou o adversário por mais de dez anos. O rival, no entanto, também era potente e tinha a dupla Pelé e Edu.

O duelo, que tinha ares de “a partida do ano” começou nervoso. O Corinthians atacava e buscava o fim do tabu. O Santos, por sua vez, queria mais uma vitória e a continuidade do jejum. O primeiro tempo seguiu com os times buscando o gol e a consequente vitória.

A escalação inicial de Lula teve Diogo; Osvaldo Cunha, Ditão, Luís Carlos e Maciel; Édson Cegonha e Rivellino; Buião, Paulo Borges, Flávio e Eduardo. Ao longo da disputa, Clóvis entrou no lugar de Luís Carlos.

No entanto, aquela era a noite do Timão, que com o passar do confronto foi criando mais oportunidades de ataque, jogando melhor e deixando o Santos refém de lances individuais. Na segunda etapa, aos 13 minutos, Paulo Borges marcou o primeiro tento do jogo num chute de fora da área, levando a torcida à loucura com a possível quebra do tabu.

Após o gol, o Santos foi mais ao ataque e quase conseguiu o empate em algumas oportunidades. Mas, aos 31 minutos, Flávio recebeu a bola dentro da área, cortou o marcado, arrumou a bola para a perna direita e bateu com força, ampliando a vantagem corinthiana.

O Santos até tentou correr atrás nos minutos restantes da partida, mas o Corinthians administrou o resultado de 2 a 0 e, depois do apito final, comemorou a vitória, além do fim do tabu. O que pouco se fala a respeito disso é que, durante esses quase 11 anos, o Timão venceu o Santos em quatro oportunidades. São elas:

  • Corinthians 2x1 Santos em 27/03/1958 (Torneio Rio-São Paulo);
  • Corinthians 2x1 Santos em 31/03/1960 (Torneio Rio-São Paulo);
  • Corinthians 2x0 Santos em 29/03/1961 (Torneio Rio-São Paulo);
  • Corinthians 3x1 Santos em 16/06/1962 (Taça São Paulo).

Mas, de qualquer forma, o Timão colocou um fim no tabu em duelos válidos pelo Campeonato Paulista. A torcida, enfim, saiu do estádio do Pacaembu festejando: “Com Pelé, com Edu, nós quebramos o tabu!”, cantavam os torcedores do Corinthians. Na ocasião, quase 44 mil pagantes assistiram ao confronto no local.

Comentários

x