1914 - Corinthians 0x3 Torino-ITA

1914 - Corinthians 0x3 Torino-ITA
À direita, o time que enfrentou o Corinthians. À esquerda, um jornal de 1948 com parte da história entre os clubes
Parque Antartica
,
Corinthians Escudo do Corinthians
0 x 3
Torino-ITA Escudo do Torino-ITA

Ficha Técnica

Jogo: Estreia Internacional

Placar: Corinthians 0 x 3 Torino

Data: 15.ago.1914

Estádio: Parque Antarctica

Campeonato: Amistoso Internacional

Escalação: Casemiro do Amaral (Sebastião); Fúlvio e Casemiro Gonzáles; Police, Bianco e César Nunes; Américo, Peres, Amílcar, Apparicio e Neco.

Técnico: Casemiro Gonzáles

Ídolos que jogaram

Em sua estreia internacional, o Corinthians enfrentou o Torino, da Itália, e saiu do Estádio Parque Antarctica sendo elogiado pelo técnico adversário. Este, ainda comandaria a seleção de seu país em dois títulos da Copa do Mundo, em 1934 e 1938, trata-se de Vittorio Pozzo.

No dia 15 de agosto de 1914, com apenas quatro anos de existência, o Timão perdeu por 3 a 0. Por outro lado, Torino já estava acostumado com jogos internacionais e vinha de outros duelos contra equipes brasileiras. Desse modo, conhecia o estilo do futebol nacional.

A escalação histórica, escolhida pelo capitão Casemiro González, teve Casemiro do Amaral, Fúlvio, Casemiro González, Police, Bianco, César Nunes, Américo, Peres, Amílcar, Apparício e Neco. Depois, Sebastião entrou no lugar de Casemiro do Amaral.

Para se ter ideia do aproveitamento na excursão pelo país, o Torino ganhou da seleção da liga paulistana em duas oportunidades, uma por 5 a 1 e outra por 7 a1. O resultado menos elástico mostrou que, mesmo perdendo, o Corinthians foi um rival mais difícil.

Uma semana após o confronto, o Timão enfrentou o Torino novamente. Mais uma vez, a equipe alvinegra perdeu, mas por uma diferença ainda menor. O placar fechou em 2 a 1 e Américo foi o primeiro jogador corinthiano a fazer gol numa partida internacional.

O segundo gol do Torino, no entanto, foi bastante contestado pelos presentes no Estádio Parque Antarctica. Eles afirmavam que o resultado foi injusto porque a bola não entrou. Ela teria batido no travessão e em cima da linha para depois sair.

Charles Miller, o juiz e introdutor do futebol no Brasil, deu o gol mesmo assim. Caso tivesse anulado o tento duvidoso, o Corinthians teria conseguido um empate já em seu segundo jogo internacional. Após as duas partidas e o término da excursão, o treinador italiano disse: “O Corinthians pode ir à Europa e enfrentar, sem receio, qualquer dos times de lá”.

A relação entre os dois clubes continuou estreita. Em 1948, os italianos excursionaram novamente ao Brasil, voltando a encarar o Corinthians. Dessa vez, o Timão venceu por 2 a 1 no estádio do Pacaembu. Os gols foram de Baltazar e Colombo.

No ano seguinte, o Torino foi acometido por uma tragédia. Um acidente aéreo sem sobreviventes envolveu a equipe. O Corinthians, então, realizou um amistoso contra a Portuguesa, no dia 4 de maio de 1949, utilizando a camisa da equipe italiana para arrecadar dinheiro e ajudar a família das vítimas. Em 2011, para lembrar da relação de solidariedade, o Timão lançou seu terceiro uniforme na mesma cor do clube italiano.

Comentários

x