1976 - Fluminense 1x1 Corinthians

1976 - Fluminense 1x1 Corinthians
O time do Corinthians com a torcida Fiel ao fundo
Maracanã
,
Escudo do Fluminense Fluminense
1 x 1
Corinthians Escudo do Corinthians

Ficha Técnica

Placar: Fluminense 1 x 1 Corinthians

Data: 05.dez.1976

Estádio: Mario Filho (Maracanã)

Campeonato: Brasileiro

Público: 146.043

Escalação: Tobias; Zé Maria, Moisés, Zé Eduardo e Wladimir; Givanildo (Basílio), Ruço e Neca; Vaguinho, Geraldão (Lance) e Romeu.

Técnico: Mário Travaglini

Nesse dia 5 de dezembro de 1976 a cidade do Rio de Janeiro presenciou a maior demonstração de amor da história.

Esse jogo entra pra história do futebol mundial por ser o maior deslocamento humano em tempos de paz e o maior deslocamento humano em função de um evento esportivo.

O jogo valia pela semifinal do Campeonato Brasileiro e o time do Fluminense era amplamente favorito, já que tinha no seu elenco jogadores como Carlos Alberto Torres e Rivelino. E era chamado de “máquina tricolor”.

Mas o que ninguém esperava é que a torcida do Corinthians fosse invadir o Rio de Janeiro pra assistir a partida.

O jogo era no domingo, mas já no sábado começaram a chegar torcedores do Corinthians que foram, pouco a pouco, invadindo o RJ e colocando bandeiras do Corinthians em todos os lugares possíveis. No dia do jogo milhares de ônibus e carros com torcedores do Corinthians chegavam sem parar ao RJ e quando os cariocas se deram conta havia bandeiras do Corinthians penduradas por toda a cidade, inclusive em portas de hotéis, nas principais praias da cidade... Era uma festa dos torcedores do Corinthians em pleno RJ.

Quando chegou a hora do jogo o Maracanã com mais de 70 mil torcedores do Corinthians ficou com ares de Pacaembu.

Jogadores das duas equipes se assustaram ao ver o número de torcedores do Corinthians nas arquibancadas. Alguns jogadores do Fluminense não acreditavam no que viam e os do Corinthians, ao entrar em campo, foram festejados como se o jogo fosse em casa.

O time do Fluminense faz o 1x0 logo aos 18 minutos de jogo. Nesse momento a torcida do Corinthians passa a gritar e a incentivar mais ainda o seu time, que logo chega ao empate, aos 29. Ruço marcando um golaço de meia bicicleta.

No segundo tempo caiu uma chuva muito forte, o que prejudica a partida que termina empatada e com isso a decisão vai pros pênaltis.

É nas penalidades que a estrela do goleiro corinthiano Tobias brilhou mais forte. Ele pegou as cobranças de Rodrigues Neto e Carlos Alberto Torres. Coube a Zé Maria bater o último pênalti e levar o Corinthians à vitória por 4x1 e fazer explodir de alegria os mais de 70 mil torcedores do Corinthians que foram ao Maracanã ver a partida.

Comentários

  • 1000 caracteres restantes