1998 - Corinthians 2 x 0 Cruzeiro

1998 - Corinthians 2 x 0 Cruzeiro
Edilson, ídolo corinthiano e autor do primeiro gol do jogo
Morumbi
,
Corinthians Escudo do Corinthians
2 x 0
Cruzeiro Escudo do Cruzeiro

Ficha Técnica

Jogo: Campeão Brasileiro 1998

Placar: Corinthians 2 x 0 Cruzeiro

Data: 23.dez.1998

Estádio: Cícero Pompeu de Toledo (Morumbi)

Campeonato: Brasileiro

Público: 57.320

Escalação: Nei; Índio, Batata (Cris), Gamarra e Silvinho; Ricardinho (Amaral), Vampeta, Rincón e Marcelinho; Edílson e Mirandinha (Dinei).

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Terceiro jogo da final, Corinthians campeão e Dinei, o corinthiano dentro de campo, fazendo história.
O time do Corinthians, que havia sido o melhor durante todo o campeonato, chegou nessa decisão precisando apenas empatar as partidas para conquistar o segundo título nacional.

Na primeira partida, disputada em BH, o Cruzeiro, que tinha um time muito forte, com Dida, Marcelo, João Carlos, Gilberto, Müller, Fabio Junior... chegou a fazer 2x0, assustando o Corinthians. Mas Dinei marcou o primeiro, diminuindo a diferença e deu o passe pra Marcelinho empatar o jogo em 2x2.

Segunda partida, em SP, o Corinthians fez 1x0, mas o Cruzeiro conseguiu empatar em 1x1.

Na terceira e decisiva partida, disputada também em São Paulo, o Corinthians precisava apenas de um empate pra ficar com o título, mas começou o jogo atacando e não dando a menor chance para o time do Cruzeiro, porém o primeiro tempo ficou no 0x0.

Na segunda etapa o Corinthians voltou a atacar, encurralando o time do Cruzeiro, até que aos 25 minutos Dinei pega a bola no meio de campo e toca precisamente para Edílson entrar na área, driblar o goleiro Dida e marcar o 1º gol do Corinthians no jogo.

Aos 35 minutos, Dinei novamente pega a bola pela meia direita, leva pra lateral da área e cruza para Marcelinho Carioca de cabeça marcar o segundo gol do Corinthians no jogo e deixar o Corinthians com mais um título nacional, o segundo de sua história.

A grande estrela desse jogo e das finais foi, sem dúvida alguma, Dinei. Os 5 gols anotados pelo Corinthians nessas 3 partidas decisivas saíram dos seus pés.

Dinei marcou o primeiro e deu o passe pro segundo na primeira partida. Deu o passe pro gol na segunda partida e fez as duas jogadas de gol nesse terceiro e decisivo jogo. Tanto que na comemoração do segundo gol todos os jogadores do Corinthians foram reverenciar Dinei, o jogador/torcedor que saiu do banco de reservas e decidiu a final, dando o título para o Corinthians.

Comentários

  • 1000 caracteres restantes