2002 - Cruzeiro 2x3 Corinthians

2002 - Cruzeiro 2x3 Corinthians
Ricardinho foi o líder da equipe que passou de fase na Copa do Brasil contra o Cruzeiro
Mineirão
,
Escudo do Cruzeiro Cruzeiro
2 x 3
Corinthians Escudo do Corinthians

Ficha Técnica

Placar: Cruzeiro 2 x 3 Corinthians

Data: 03/04/2002

Estádio: Governador Magalhães Pinto (Mineirão)

Campeonato: Copa do Brasil

Público: 33.251 pagantes

Escalação: Dida; Rogério, Scheidt (Anderson), Fabio Luciano e Kleber; Fabricio, Vampeta, Ricardinho e Leandro (Fabinho); Gil (Renato) e Deivid.

Técnico: Carlos Alberto Parreira

Ídolos que jogaram

No primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil de 2002, em casa, o Corinthians empatou em 2 a 2. Contudo, venceu e acabou com o sonho do Cruzeiro na segunda partida, realizada em pleno estádio do Mineirão.

Os gols do primeiro duelo, disputado no dia 13 de março, foram de Deivid e Ricardinho pelo lado alvinegro. Em contrapartida, Edílson e Sorín fizeram para o Cruzeiro no estádio do Morumbi, onde estiveram quase 10 mil pagantes.

O Cruzeiro era muito forte na época por ter jogadores como Luisão, Sorín, Jorge Wagner e Edílson. Assim, muitos consideram o rival como favorito, ainda mais porque decidia em casa e precisava de uma vitória simples para passar de fase. No entanto, a equipe alvinegra levou a melhor no dia 3 de abril, diante de mais de 33 mil pagantes.

A escalação de Carlos Alberto Parreira na partida decisiva teve Dida; Rogério, Scheidt, Fábio Luciano e Kléber; Fabrício, Vampeta e Ricardinho; Deivid, Leandro e Gil. Ao longo da disputa, entraram Anderson, Renato e Fabinho nas vagas de Scheidt, Gil e Leandro, respectivamente.

O segundo confronto, então, começou com os dois esquadrões estudando uma a outra, mas sem deixar de buscar a meta. O primeiro tempo seguiu sem que ninguém marcasse. Quando começou a segunda etapa, o time da casa atacou mais, mas o Timão foi o responsável por abrir o placar. Aos 15 minutos, Fabrício fez o dele e deixou o placar em 1 a 0.

O tento foi um banho de água fria na torcida e nos atletas do Cruzeiro. Aproveitando disso, o Corinthians continuou atacando e logo marcou o segundo com Deivid aos 26 minutos. Com isso, o adversário partiu para o tudo ou nada, deixando o Timão livre para os contra-ataques. Aos 29 minutos, Renato fez o terceiro para o clube do Parque São Jorge.

O Cruzeiro ainda conseguiu descontar com Joãozinho aos 41. Após três minutos, Fábio Luciano fez contra e deixou o resultado em 3 a 2. Foi dessa forma que o Corinthians garantiu a vaga para a próxima fase da Copa do Brasil, o que deu muita moral para o elenco dirigido por Carlos Alberto Parreira arrancar rumo ao título daquele ano.

Comentários

x